Amityville: Um dos casos mais famosos do casal Warren!

22 outubro 2016

Então queridos leitores, é isso mesmo, vamos aproveitar o mês do horror, e vamos comentar sobre um dos casos mais insanos da história de vida do casal Ed e Lorraine Warren. Para quem não sabe, o caso de Amityville ficou conhecido como um dos mais pertubadores e inexplicáveis da história do mundo paranormal. A repercurssão foi tão grande, que a história inspirou filmes e livros que até hoje são assistidos e lidos mundo afora. 


Antes de entrar no caso de Amityville, vamos fazer uma breve apresentação para quem ainda não conhece o casal Warren:

Edward Warren Miney, nasceu no dia 7 de setembro de 1926 em Connecticut, nos Estados Unidos. Ele lutou na Segunda Guerra Mundial como um oficial de marinha, e logo mais veio a se tornar uma das maiores referências mundiais quando o assunto era sobre o mundo paranormal. Todo seu histórico o levou a escrever diversos livros, e dar várias palestras sobre assuntos de possessões demoníacas. Hoje ainda encontram-se registrados em diversos formatos diferentes (livros, filmes, áudios), seus casos mais famosos. Um deles é o do caso em Amityville, que falaremos mais tarde nesse post. 
Lorraine Rita Warren, nasceu no dia 31 de Janeiro de 1927. Lorraine foi essencial para a vida e para o trabalho de Ed, por conta de sua mediunidade. Ela era a única pessoa do casal, que sentia presença do mal, sem a necessidade de aparelhos externos de investigação. Sendo a única viva até os dias de hoje, Lorraine ainda participa e da muitas entrevistas sobre sua vida e seus casos. Uma das coisas que ela afirma que o a manteve viva durante todos esses casos, foi o grande amor que ela sentia por seu marido. Era um laço que os unia e os tornavam cada vez mais forte.  Nos dias de hoje, Lorraine não participa mais de investigações, apenas ajuda e aconselha eu sobrinho Tony Spera. 
Então vamos lá, agora que vocês já conhecem um pouco da vida desse casal, vamos aprofundar mais em uma das histórias mais famosas e pertubadoras que eles tiverem que presenciar. O famoso caso de Amityville, gerou muita discussão durante seu auge. Preparados para continuar? Então vamos lá, que a história é bem bizarra!

Tudo começou no dia 13 de novembro de 1965, quando uma família decidiu se mudar para a tal casa, que parecia ser a grande casa dos sonhos. Porém 9 anos depois, no meio de uma noite, a família DeFeo foi encontrada brutalmente assassinada durante o sono. O único sobrevivente desse massacre foi o filho mais velho. Justamente o filho que tinha problemas com drogas, e um difícil relacionamento com seu pai. 
Ronald foi detido pela polícia, e depois de alguns interrogatórios, ele assumiu que acordou no meio da noite, pegou uma arma e assassinou sua família inteira. Só que para se defender, ele alegou que ouvia vozes na casa, e que essas vozes o convenceram a cometer tal brutalidade. Nessa terrível noite, perderam a vida duas meninas (Allison, 13 anos e Dawn de 18 anos), dois meninos (John, 9 anos e Mark de 12 anos), além de dois adultos (Ronald e Louise DeFeo). Com a confissão do crime, Ronald foi condenado a 6 prisões perpétuas, e teve todos os pedidos de liberdade negado. A história de que a casa fosse possívelmente assombrada, ficou escondida e a casa foi vendida logo depois para uma nova família. 
A família Lutz, mesmo sabendo de tudo o que havia acontecido, decidiu recomeçar e se mudaram para a famosa casa de Amityville. E uma das primeiras atitudes da família, foi chamar um padre para benzer, e ajudar a espantar o mal daquele lugar. Porém o mesmo padre que tentou ajudar a família, alegou ter ouvido vozes na casa, e gritos o expulsando do local. Disse até que mesmo depois da benção, coisas bizarras começaram a acontecer com ele mesmo estando longe da casa. 
Após 28 dias, a família Lutz se mudou as pressas, alegando diversas aparições estranhas, e terem visto coisas inexplicáveis, tornando a permanência na casa algo impossível de ser realizado. Existiam algumas evidências de que havia algo errado com a tal casa de Amityville como:  Todos foram mortos enquanto dormiam e por algum motivo ninguém acordou com os disparos; Todos foram colocados de bruços antes de serem atingidos; Nenhum vizinho escutou o barulho dos tiros de sua carabina. Uma foto tirada após os crimes até hoje não foi explicada, pois não existia mais nenhuma criança viva na casa (Essa foto acima, que aparece a criança). 
O envolvimento dos Warren com a história se da a partir do momento em que eles decidem visitar a casa para sentir a presença maligna, e descobrir do porque todas essas coisas estranhas estarem acontecendo. No filme "Invocação do Mal 2" conseguimos ver que durante essa visita, Lorraine Warren, tem uma de suas piores experiências, ela pressente e vê a morte de seu marido Ed. Após a visita dos Warren, chegou a confirmação de que a casa era sim assombrada. Porém, para os céticos, a família Lutz queria apenas ganhar dinheiro em cima da desgraça da família DeFeo. 
A partir de então, depois da publicação desse livro da família Lutz, o caso ganhou repercurssão mundial, o que gerou diversas adaptações para formato audiovisual. 

Vamos conhecer agora alguns deles:

- Horror em Amityville (1978) 





Direção: Stuart Rosenberg 

Roteiro: Sandor Stern 

Elenco: James Brolin, Margot Kidder, Rod Steiger e outros.







- Horror em Amityville (2005)





Direção: Andrew Douglas

Roteiro: Scott Kosar

Elenco: Ryan Reynolds, Melissa George, Jimmy Bennet e outros.







Tiveram outras adaptações, mas que não tiveram o mesmo sucesso, nem a mesma repercurssão dessas duas listadas aqui. Lembrando, que a versão de 2005 não é uma continuação, e sim uma refilmagem, abrangendo mais da história, e aproximando o filme a realidade contada no livro de Jay Anson (O autor original do livro contado pela história da família Lutz).

E para a alegria dos fãs de terror e do sobrenatural, temos que agradecer e muito pelo lançamento da DarkSide (<3) da nova versão do livro original. Isso mesmo, temos por essa editora uma recontagem dos fatos ocorridos em Amityville. Olha a capa que linda!


Eu estou desesperado para comprar, mas por enquanto fico só namorando! Um dia vou ler e morrer de medo como sempre haha. 
Esse foi um post especial para o mês do Halloween, espero que vocês tenham curtido todo meu empenho em trazer mais terror pra cá, e contar essas histórias que quase ninguém tem explicação. Mas agora é com vocês, comentem aqui se vocês já assistiram os filmes, se já conheciam a história e sobre o casal Warren? Querem um posto especial só sobre eles e seus casos? Falem tudo aqui embaixo, que eu vou escolher o próximo tema. Até a próxima, e bom Halloween a todos =) ! 

10 comentários:

  1. Gostei da postagem especial para o Halloween, mas esse não é um mês em que me sinto confortável vendo algumas publicações, já que morro de medo, essa foto da criança me assustou muito. A história é mesmo muito misteriosa e não sabia que os filmes citados tinham sido inspirados nela, vou tentar começar a ler terror com livros leves, para depois ''ter estomago'' para esse lançamento lindo da editora.

    ResponderExcluir
  2. Adorei a postagem!
    Contou detalhadamente como começou a história.

    Se é ou não um fato real,não deixa de ser tudo muito assustador.😱
    E convenhamos que toda essa tragédia com a família DeFeo encheu os bolsos de muitos!

    Na dúvida, o melhor a se fazer é deixar essa casa desabitada.
    Se é que ainda existe.

    ResponderExcluir
  3. Invocação do Mal 2 é o filme mais perturbador que já assisti, até hoje morro de medo de ficar no escuro :<

    ResponderExcluir
  4. Uma pena que não consegui pegar esse livro na parceria. Chegaram na minha frente. Vou assistir ao filme. bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Diego!
    Não assisti nenhum dos filmes e nem li o livro, mas conheci o casal por causa do livro Demonologistas. Achei bem bizarro como a família DeFeo foi morta, e não sei bem no que acredito sobre isso. Mas uma pergunta: a Lorraine pressentiu e viu acontecer de verdade o assassinato do marido ou aconteceu depois?
    Vou ficar no aguardo da postagem com os outros casos deles!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Sou medrosa, confesso! Mas quero muito esse livro! A capa está maravilhosa e estou muito curiosa pelo enredo, já que não assisti o filme (mas pretendo!). Gosto desse gênero, apesar de sofrer de "medo"! hahaha! DarkSide sempre arrasando! Resenha perfeita.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Olá....
    Se a sua tentativa foi trazer terror com essa história, parabéns, você conseguiu... Rsrs... Confesso que sou extremamente medrosa e apesar de ter adorado esse post amedrontador, eu jamais leria essa obra ou assistiria a uma adaptação... Sinto muito... Rsrs...
    Abraços...

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Ainda não conhecia esse caso e nunca tinha visto nenhum desse filmes, pois morro de medo de filme de terror, mas para quem gosta parece ser um prato cheio pois com certeza esse conto da família DeFeo e bem arrepiante principalmente por essas evidencias !!

    ResponderExcluir
  9. Sou super medrosa quando o assunto é espíritos. Só assisti Invocação do Mal e morri de medo...rs.... Gostei da postagem, achei a história super interessante, mas me deu medo. Confesso que tive que tapar com a mão aquela fotinha da criança enquanto lia...rs...
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  10. Oi!!! Eu tenho uma edição antiga do livro, e sinceramente sempre que eu penso em terror eu penso nesse livro, e não em SK. Acho que foi o primeiro livro de terror mesmo que eu li e o primeiro que me deu medo de verdade. Acho a história sensacional.

    ResponderExcluir