Incentivo a leitura? Ou ao consumo?

21 novembro 2016

Tava eu pensando aqui com os meus botões, que a Black Friday esta chegando...o Natal esta chegando...e eu não posso comprar nem um livrinho se quer, pois tenho tantos livros na minha biblioteca que qualquer dia os livros irão me botar pra fora por falta de espaço.

Ai fui arrumar a minha estante e percebi que tenho tantos livros pra ler, que posso passar tranquilamente uns 2 ou 3 anos sem comprar nada, que mesmo assim ainda terei livros pra ler considerando a média de leituras por ano (em média 80 livros).

474 livros na estante, sendo desses, uns 400 para ler!!! 

E pra terminar a minha reflexão, eu abro o meu feedly e meu youtube, pra ver as postagens dos blogs e canais literários que sigo e a maioria esta com cupons de descontos para o esquenta da Black Friday (aqueles que a Amazon oferece aos blogueiros e seus leitores comprarem determinado livro que eles recomendaram, sabe?) ou fazendo listas de compras para a Black Friday.

Isso me fez pensar: "Eu, como blogueira e booktuber literária, incentivo o hábito da leitura, ou o consumo desenfreado dela?"



Sinceramente? Cada dia que passa eu acho que incentivo o consumo.
Quando eu comecei como blogueira há uns 4 anos atrás, eu queria apenas organizar as minhas leituras da Agatha Christie (eu não conhecia o skoob) e nem imaginava que alguém fosse ler o que escrevia. Eu fiz o blog pra mim; não para os outros. Pode parecer clichè, mas é a verdade.

Ai vieram as parcerias com editoras, e eu, como estudante de publicidade na época, percebi que eu era uma ferramenta de propaganda barata para elas. É muito melhor enviar livros para blogueiros, que recebem e fazem exposição na caixa dos correios, depois resenham, divulgam nas redes sociais deles, ou seja, replicam tudo de forma viral pelo preço de capa de um livro + frete, do que ficar enviando livros para os grandes veículos de mídia (e rezando para que eles dessem o mínimo de atenção, porque, como trabalho num desses veículos, sei que os jornalistas não dão à mínima pro que recebem do marketing das editoras e assessorias de imprensa).

Até perceber isso, eu fiz parceria com quase todas as editoras que existem no mercado, na empolgação de ter meu trabalho reconhecido. Porém, duas coisas aconteceram:
1. Eu perdi o prazer pela leitura.
Todos os meses chegavam 10 livros para serem lidos em no máximo dois meses, ou seja, eu tinha que ler como uma louca e não aproveitava a leitura. Sem contar que me sentia pressionada com os prazos.
2. Minha estante ficou lotada de livros inúteis
Algumas editoras enviavam livros que eu não havia solicitado, logo, não tinha interesse nenhum em ler, mas eu guardei o livro porque era ótimo mostrar um pilha enorme de livros na caixinha dos correios e dizer que iria ler em breve. Pura mentira.... tem livro acumulando poeira na minha estante há 4 anos!  Tenho mesmo necessidade de manter esses livros aqui?

Então, este ano eu parei. Por isso, eu hoje tenho parceria com uma editora (que amo de paixão! Como leitora mesmo! Se não fosse parceria eu iria comprar todos os livros! Fato!) e tá muito bom pra mim.


Penso nos posts de divulgação de lançamentos. Sim. Eu faço esses posts. Mas fazia mais pra divulgar os lançamentos, do que pra fazer vocês comprarem os livros das editoras, até porque, não tenho parceria com elas, logo, não sou obrigada a divulgar. Mas pensando bem... eu tô é incentivando o consumo com isso!

Incentivar a leitura é fazer um projeto de leitura coletiva!
Incentivar a leitura é repassar os livros que você já leu e que sabe que não vai ler mais pra outra pessoa, pois livros foram feitos para circular! (Isso eu faço gente! Se você entrar no meu skoob vai ver quantos livros eu tenho emprestado!!!! E no instagram/skoob eu sempre posto os livros que estou doando/trocando)
Incentivar a leitura é dar de presente livros para seus amigos; para uma criança; pra plantar aquela sementinha da leitura na pessoa.

Então, da mesma forma que eu estou revendo alguns conceitos (e alguns conteúdos deste blog), peço que você pense bem sobre a Black Friday. Você realmente precisa gastar o seu dinheiro com livros neste momento?
Se você esta sem livros para ler. Ok
Se você quer muitoo ler uma história, do tipo, vou comprar o livro e começar a ler imediatamente porque não consigo mais ficar sem ler este livro. Ok
Se você precisa de um livro para se aperfeiçoar em alguma área, ou para te ajudar com alguma questão. Ok
Mas e for apenas porque esta barato; se for por apenas estarem falando muitooo bem desse livro em todos os blogs e canais que você segue....Pare.
Faça uma lista. E quando você se enquadrar em uma das alternativas anteriores, ai sim, você pode comprar um livro.
Eu sei... eu não faço isso. Mas estou realmente tentando. A nova organização da minha biblioteca esta facilitando a minha visualização de que não preciso de mais livros e não pretendo comprar nada até a Bienal do Rio em 2017 (Porque ai é necessária muita força de vontade pra não comprar e ainda não tenho essa força toda não). Se vou conseguir, só o tempo dirá. Mas pelo menos eu tomei consciência disso.
Por isso, pretendo passar a convida-los a fazer leituras coletivas comigo. Em breve...
Sabem o que eu queria mesmo? Eu queria fazer um programa, tipo Globonews Literatura (com uma linguagem mais jovem e assuntos menos eruditos), com matérias como essas pra vocês.




 Mas cadê o tempo? Porém, eu vou tentar trazer mais conteúdo e menos propaganda pra esse canal/blog. O que vocês acham?

E vocês? Acham que os blogs e canais literários hoje incentivam a leitura, ou o consumo?

17 comentários:

  1. Nunca pensei muito nessa questão se os blogs incentivam a leitura ou o consumo pra falar a verdade, mas achei a matéria bem legal e falando por mim eu fiquei mais consumista desde que comecei a acompanhar mais os blogs voltados para leitura porém todos os livros que tenho comprado são porque quero muito ler rsrs e leio. Achei as questões sobre realmente querer ler o livro e não comprá-lo só pra encher a estante bem pertinentes e é bem importante nos perguntarmos antes de comprar "Você realmente precisa gastar o seu dinheiro com livros neste momento?" como você citou no post.

    P.S 1: Qual o link do seu skoob pra que eu te add :)
    P.S 2: Amooo Becky Bloom kkkk

    ResponderExcluir
  2. Oi Natalia, tudo bem?
    Eu sinceramente estou começando a pensar igual você.
    Comecei a ler este ano e me sinto na obrigação de ter aquelas super estantes cheias de livros, só para não ficar para trás. Na realidade nem tenho necessidade de ter tantos livros, já que não tenho espaço para guardá-los e eu leio apenas 1 livro por mês, então pra que ter tantos livros?
    Acredito sim que os blogs e as mídias sociais estão incentivando apenas o consumismo e lá no fundinho estão pensando na importância da leitura.
    Adorei esse post.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nat!
    Realmente, eu já passei por essa reflexão há um tempo atrás quando a minha irmã me perguntou alguns livros que eu queria de presente e acabei dizendo livros que eu via muuuuito em canais e blogs da época, mas que no fim das contas nem foram tanto do meu gosto assim... fiquei me sentindo super culpada por ela ter gastado o dinheiro dela comigo dessa forma. Já me conscientizei e hoje penso mais nos livros que eu quero, não só por mim como leitora mas também pelo meu bolso. Pra você ter noção, meu carrinho pra essa Black Friday possui 6 itens que eu realmente vou querer ler assim que chegarem :) Tô bem orgulhosa de mim <3

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que os blogs e canais literários incentivam a leitura sim, agora já o consumo acho que nem tanto pelo menos no meu caso.
    Eu tenho esse problema de compra livros que não quero tanto ler por esta barato ou pela capa kk...portanto acaba ficando de lado na minha estante (no momento não tem muitos já que alguns eu dei de presente pra alguns amigos).
    Já tenho uma listinha dos livros que vou compra na Black Friday e espero compra só eles mesmo. :)

    ResponderExcluir
  5. ótimo post!
    Tbm sempre quis comprar muito e eu acabava não lendo o livro que comprei!
    Acho importante termos limites para isso!
    Eu sempre tento pensar antes de realizar uma comprar!
    Tenho ver se a quantidade de livros lidos na minha estante é maior que o os livros não-lidos para poder eu comprar eles!

    ResponderExcluir
  6. Oi Natália.
    Também tenho mtos livros não lidos em casa, não tanto qto vc, então esse ano eu decidi não comprar nenhum livro na Black Friday.
    Parabéns pela atitude de manter parceira apenas com a editora que vc realmente gosta. Nem consigo imaginar a pressão e o trabalho de ter q ler todos os livros de parceria em tão pouco tempo. Acho que iria acabar perdendo o gosto pela leitura tbm.
    Eu tbm costumo emprestar livros ou até dar aqueles que não gostei tanto ou que não irei reler para amigos. Assim o livro circula e incentivamos outros a ler.
    Adorei a sua ideia de fazer algo parecido como o GloboNews literatura.
    Eu gosto de saber sobre os lançamentos literários. Ainda mais qdo é uma continuação de uma série q eu já acompanho ou o lançamento de um autor que eu gosto.
    Acho que as pessoas precisam ser mais conscientes sobre o qto podem gastar e se tem livros sem ler em casa. Não ponha toda essa responsabilidade de talvez incentivar o consumo sobre as suas costas, ok?
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu sempre reflito sobre isso, e tenho minha conclusão:
    A parceria com as editoras consomem o leitor, mesmo que no início pareça legal ter livros chegando ''de graça'' em nossa casa, aos poucos percebemos que esse livro vem carregado de trabalho e dedicação. Eu participo de alguns blogs, e noto o trabalho para conseguir uma parceria, como eles pensam em tudo antes e torcem para que o blog esteja na lista dos aprovados. Tem algumas editoras que eu percebo o cuidado com os parceiros, como a Arqueiro e a Darkside, e ser parceiro deles está na meta de muitos blogueiros. Eu adoro receber livros de parceria, nunca atrasei nada, só acho ruim o fato de alguns blogs viverem exclusivamente para as editoras, como se eles fossem os administradores do conteúdo, se a parceria não poluir a vida social e o blog não vejo problema, o importante é o blogueiro saber sua limitação.
    É claro que os blogs incentivam a leitura, estamos todos fazendo nossa parte para que a literatura no Brasil seja reconhecida. Não vejo problema em ter vários livros na estante ou como desejados no Skoob, eu sou leitora, gosto de apreciar uma boa história, por isso é claro que alguns livros me chamam a atenção e eu quero ler. Sobre o consumismo: Sim, os blogs influenciam nisso, mas de maneira maravilhosa, fazendo resenhas para que o leitor não gaste seu dinheiro com o que não vale a pena.

    ResponderExcluir
  8. É uma reflexão interessante,vivemos numa sociedade de consumo,eu sei que não escapo,minha lista de desejados é enorme e já coloquei livros por impulso do preço barato >.<
    Lembrar da essência da leitura é importante!Como acontece no Fahrenheit 451,podem destruir o suporte de papel,mas não as histórias que realmente nos tocam.

    ResponderExcluir
  9. A realidade é que bom somos movidos pelo consumo desenfreado e nem percebemos isso.
    Só o fato de não terminarmos todas as nossas leituras pedentes e comprarmos mais livros para a pilha só reafirma que sentimos a "necessidade" de comprar.No meu caso eu sempre compro porque tenho medo de perder a promoção e nunca mais achar o livro em determinado preço (que volta a ser seu valor exorbitante pois como não há muito consumo desse produto as editoras ficam em prejuízo se os preços forem justos). Beijos.

    ResponderExcluir
  10. realmente !!! kkk as vezes nem é so com os livros , mas com tudo , gastamos sem precisar, ou compramos porque gostamos ou porque esta barato mesmo quando estamos lotadas de coisas em casa , seja livro, roupas, sapatos, maquiagem e etc rsrs , o consumismo é algo que vem crescendo cada vez mais, principalmente na leitura, é algo automatico, nós temos, mas queremos mais!! eu não soou tanto de gastar assim, mas conheço gente que gasta horrores ainda mais agora que a BF ta chegando é uma luta e tanto pra não gastar com coisas desnecessarias e que não vamos precisar por agora !!e jamais podemos perder o gosto de ler com isso, o nosso vicio tem que ser mais de ler do que de comprar kkkk se nós lesse-mos tanto quanto compramos estaria ótimo, mas não lemos tanto assim !! a leitura é a unica coisa que nos tira da realidade, quando precisamos e etc !!

    ResponderExcluir
  11. Olá.
    Infelizmente o consumismo é uma realidade, e no mundo literário, não poderia ser diferente.
    Comecei a comprar bem mais livros, depois que comecei a participar de Blogs e sites literários. Mas tenho consciência nas hora das escolhas, não vou somente por indicação ou modinha e sim, porque são livros que eu gostaria muito de ler e ter na estante.
    Mas gosto de ter muitos livros e mesmo que leia devagar, minha lista de desejados continua a crescer.
    Mas todo esse consumismo, não deixa de incentivar a leitura, também. Por isso, vejo a participação dos blogs e redes sociais, como positivo.
    Post reflexivo, parabéns.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Nunca tinha parado para pensar sobre isso, mas achei essa reflexão bem interessante, não tenho blog mas acompanho alguns e da para ver que muitos blogs ficam em função dos livros de parceria, e acho que eles acabam perdendo a identidade e o objetivo de porque ter criado o blog, mas, com certeza essa animação com o crescimento e reconhecimento do blog acaba trazendo todos por esse mesmo caminhas, porém também vejo que muitos blogueiros estão refletindo sobre seus objetivos ao criar o blog. E lendo post me identifiquei bastante pois também tenho muitos livros que falo que irei ler porém acaba que nunca pego para ler, mas nos ultimo tempos estou ficando mais desapegando sobre eles e passando para frente os livros que vejo que realmente não irei ler !!

    ResponderExcluir
  13. Concordo com você totalmente, eu não tenho parceria com nenhuma Editora, mas como você falou é um modo barato para a divulgação de lançamento deles, eu fico me colocando no lugar de alguns blogueiros que tem parceria com várias Editoras e não consigo imaginar como conseguem ler tudo. Eu gosto de ler por prazer, pegar o livro e focar nele, me sentir parte da história, e não me sentir obrigada a terminar rápido e resenhar o quanto antes.
    E acho sim que muitas vezes os leitores são levados ao consumo, não comprei nada na BF pq tava sem grana mesmo, mas sei que se tivesse iria comprar muitos que li a resenha em blogs e amei sabe?
    Então gostei muito da sua ideia de leitura coletiva, eu participava de um grupo assim, todo mês liamos um livro juntas e no final do mês postavamos no instagram a nossa opinião.
    No momento não tenho muitos livros parados na estante, mas os que tenho estou louca para ler e isso é bom demais, ler porque gosta.
    Gostei de saber que você incentiva a leitura dando livros e tals, principalmente para crianças, isso é mto importante.
    Parabéns pelo post, me fez pensar muito :D
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bom?
    Gostei muito do post, e realmente temos comprado livros sem necessidade, é o consumo falando mais alto que tudo, principalmente na black, confesso que comprei alguns livros, mas foram para completar minha série Os heróis do Olimpo, que eu tinha somente o primeiro, mas ainda esta faltando o terceiro livro para que eu possa iniciar. Como você tenho muitos livros na estante e estou tentando não ficar comprando livros a toa, só porque gostou da capa, ou só porque esta barato, pois acaba se tornando um vicio comprar livros, acumular livros, mas não lê-los.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  15. Olha esse será um comentário curto porém levaria horas comentando sobre isso: você fez um post fantástico, falou muito bem sobre essa coisa desenfreada de consumo e sobre e real leitura. Eu nunca tive vontade de fazer um blog/canal literário exatamente pelos motivos citados por você. e super concordo. parabésn>

    ResponderExcluir
  16. Muito interessante este post! Realmente já fui influenciada pelos blogs que acompanho, amo ler e parece bem bonito aquelas estantes recheadas de livros que para quem, como nós, se torna um objeto de consumo. Tenho muitos livros para serem lidos e alguns ainda no saco plástico. Realmente vou dar um tempo mas compras..

    ResponderExcluir
  17. Oi Ná,
    Acho super interessante seu post e sua atitude de não ser parceira de muitas editoras. Estava pensando nesse consumismo louco outro dia, quando fiz parte de um grupo no face sobre livros, é realmente uma loucura, vc vê tantos livros, tantas promoções, tantas pessoas que tem tal livro e vc se sente que precisa ter todos aqueles, as vezes somente para ter. Acredito que esse incentivo ao consumismo não se resume aos livros, mas de tudo, blogs de maquiagem, de roupas .... tudo para vc ver, invejar e comprar.
    Tem o lado positivo de facilitar e informar, mas também é uma bela jogada de marketing.
    UM beijo

    ResponderExcluir