O pequeno príncipe em braile

05 janeiro 2017


70 anos após seu lançamento, em 1943, o livro "O pequeno príncipe" ganhou sua primeira versão em auto relevo e em braile no dia 9 de dezembro de 2014. 
Vocês sabiam que existia essa versão em braile? 
Pois é...eu também não sabia, mas foi lendo uma matéria sobre este livro que eu pensei: 

"Você já viu algum livro em braile sendo vendido em alguma livraria?" 

Fiquei imaginando onde os deficientes visuais conseguiam encontrar livros para ler e foi através deste questionamento que eu descobri o Instituto Benjamin Constant e seu projeto de audiolivro. 
O Instituto, localizado no bairro da Urca no Rio de Janeiro, tem um projeto onde voluntários se disponibilizam a gravar audiolivros que serão distribuídos gratuitamente a deficientes cadastrados na instituição. Normalmente são livros de domínio público, já que algumas editoras já disponibilizam audiobooks de seus livros para venda. 


Mas ainda assim...fica o questionamento: Onde eu consigo comprar livros em braile no Brasil?
Em uma rápida pesquisa no Google, eu só achei livros importados ou no mercado livre. Se você souber onde podemos encontrar livros em braile, deixe nos comentários. Vamos repassar essa informação, para que mais pessoas possam entrar no universo fantástico da literatura.
Os deficientes visuais agradecem.
E se você for do Rio de Janeiro, entre em contato com o Instituto Benjamin Constant e pergunte como você pode se voluntariar para o projeto. Tenho certeza que você levará alegria aos ouvidos de alguém.
=)




16 comentários:

  1. Oi Natalia, que noticia maravilhosa. Eu mesma, nunca sabia disso, mesmo imaginando que esses livros deveriam existir. Mas a pergunta era se existia os livros que nós que não somos cegos lemos. O pequeno príncipe é lindo e a ideia é mais incrível ainda!
    Nunca vi nenhum livro assim, nem conheço um lugar que vende, pelo menos aqui na minha cidade.

    ResponderExcluir
  2. Que projeto maravilhoso! A ideia é incrível! pena que é difícil de achar para comprar. Se algum dia eu descobrir algum lugar que vende, volto aqui correndo! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Natália!
    Imagino a dificuldade que os portadores de necessidades visuais tem em encontrar bons livros em BRaile para leitura... Também não sei onde podem ser encontrados, mas farei um pesquisa e depois conto caso descubra alguma coisa.
    E que bom que existem voluntários que gravam a leitura e o Instituto Benjamin Constan viabiliza o acesso.
    “Volta teu rosto sempre na direção do sol, e então, as sombras ficarão para trás.” (Sabedoria oriental)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Oi Natalia, primeiro, O pequeno príncipe já tem 70 anos, uau rsrs. Vc levantou um questionamento sobre o qual nunca pensei, onde vendem livros em braile? vou pesquisar também ;) Sobre os audiobooks eu tenho uma curiosidade danada sobre eles, mas ainda não tive a oportunidade de ouvir nenhum. Como esse é o primeiro post do ano que comento, Feliz Ano Novo rsr e o layout do blog ficou show, parabéns :)

    ResponderExcluir
  5. Eu sinceramente não tenho nem ideia de onde encontrar livros em braile, mas também nem tinha parado pra pensar nisso... Até agora. Nossa, fico impressionada como esse tipo de coisa fica escondida e nem percebemos! Acho que é bem difícil encontrar nas livrarias, o jeito é achar pela internet mesmo. Amei a postagem.

    Um abraço!
    Parágrafos & Travessões

    ResponderExcluir
  6. Que projeto lindo esse do Instituto Benjamin Constant!
    E para os voluntários, nos resta dizer que apoio maravilhoso estão dando para os deficientes visuais.

    Mas infelizmente Natalia,não sei onde encontrar livros em braile...
    Mas espero que alguém tenha a resposta...

    ResponderExcluir
  7. Nesses momentos que eu gostaria de morar no Rio de Janeiro. Acho tão gratificante quando as editoras incluem os deficientes visuais fazendo livros em braile, dando à eles a oportunidade de conhecer esse universo mágico que são os livros. Infelizmente não sei onde pode-se encontrar livros dessa forma, mas se eu descobrir com certeza irei repassar pra vocês.

    ResponderExcluir
  8. Oi!!

    Acho q eu nunca tinha parado pra pensar sobre onde comprar livros em braile!! É realmente uma falta enorme aqui no br, né? Sei que tem ótimas iniciativas e tal com relação à audio livro, mas e o prazer de ter o livro em mãos, não é?

    bjs
    Lá...E de volta outra vez

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca tinha parado para pensar onde vende livros em braile, acreditava que em qualquer livraria seria possível encontra-los! Eu já conhecia o projeto do Instituto Benjamin Constan, pena que não moro no Rio de Janeiro, eu adoraria participar. Que bom que O Pequeno Príncipe tem sua versão em braile, assim todo mundo pode conhecer essa história linda e mágica! Bjo!

    ResponderExcluir
  10. Eu amaria participar de um projeto assim!
    Sabe que eu nunca havia parado pra pensar nisso? Digo, na questão dos audiolivros para deficientes. O braile eu conheço há uns anos, até fiz um curso rápido mas realmente nunca parei pra pensar em livros em braile.
    E aí dizem que eles tem acessibilidade... que mentira!
    Também fiquei curiosa pra saber onde vendem aqui no Brasil! Se descobrir, volto pra te contar

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente esse post é meio que uma mostra de como não nos importamos muito com os deficientes visuais e de todos os tipos, nunca pensei onde eles conseguiam comprar livros em Braile, e isso me deixou bem triste, mas também vale para poder nos alertar de como podemos divulgar informações como essa!

    ResponderExcluir
  12. esse post serve para nos mostrar como é complicado a vida de um pessoa com deficiência, as vezes eu fico tentando imaginar como é fazer as coisas sem alguns do sentidos...
    achei interessante que até os desenhos são em relevo

    ResponderExcluir
  13. Que lindo! Conheço a biblioteca braile e vejo a importância desses livros. E o Pequeno Prìncipe é um clàssico que deveria ter em todas as bibliotecas.

    ResponderExcluir
  14. Taí uma coisa que eu nunca pensei. Eu acho que se muito eu vi duas vezes um livro em braile pra vender e nem lembro aonde foi. É uma pena ter a venda em tão poucos lugares. Espero que com o tempo isso mude!

    ResponderExcluir
  15. Que maravilhoso saber que existe a versão em braile.
    Eu fico tão triste em saber que são tão poucos lugares onde é possível comprar. Eu mesma não conheço um sequer! O Brasil precisa investir mais nisso, investir para que todos tenham direito a ler qualquer livro de literatura!

    ResponderExcluir
  16. Oi.
    Gostei muito do post, pois está bem informativo, sobre um tema tão importante.
    Infelizmente também não conheço livrarias que trabalhem com esse tipo de livros. É uma pena, deveria ser algo fácil de adquirir.
    Vamos torcer para que essa realidade mude!
    Beijos.

    ResponderExcluir