Dez formas de fazer um coração se derreter de Sarah MacLean

03 fevereiro 2017


Alimentando o meu vício em romances de época, eis que trago para vocês mais uma resenha de mais um livro maravilhoso de uma das minhas autoras preferidas: Sarah MacLean
Você pode conferir a resenha completa deste livro no nosso canal no Youtube clicando aqui.



O que mais gosto nos livros desta mulher é que as personagens femininas são extremamente independentes e fortes. Elas não dão mole pros homens e muitas das vezes, botam eles pra correr literalmente falando. Estão bem longe do estereótipo de mulheres de nervos frágeis inglesas que vemos nos romances de época do passado. 


Na verdade, acho que essa é uma tendência atualmente. Nenhuma escritora de romance de época na atualidade escreve com personagens femininas frágeis, já repararam? Será que isso é devido ao movimento de "empoderamento" (eu odeio essa palavra, parece até que nunca tivemos poder sobre nada) que vemos nos últimos anos na sociedade? Possivelmente...

Fato é que a menina que odiava esse tipo de literatura, justamente por mostrarem personagens dependentes dos caprichos e desejos masculinos se viu viciada em romances de época e agora não quer saber de outra coisa. E fato é que Sarah MacLean esta entre as minhas autoras favoritas. Aceito sugestões de outras autoras do gênero (não precisam dizer Julia Quinn, ok? Essa eu já comprei alguns livros e estão na pilha de leitura de 2017 com certeza. Quero novas!). 
Se você tiver alguma outra autora para me recomendar, deixe nos comentários, pois meu vício parece que não vai passar nem tão cedo. Não que eu queria que esse vício acabe...rsrsrsrs
Agora é criar coragem pra ler Jane Austen e seu insuportável Sr. Darcy (eu só vi o filme, ok?), pois este é o próximo livro da minha pilha de época. Senhor...dai-me forças. Que o livro seja melhor que o sem noção do filme...


Editora: Arqueiro
ISBN-10: 8580415292
Ano: 2016
Páginas: 352

12 comentários:

  1. Mais um romance de época para eu incluir nas minhas metas de leitura! Adorei a premissa do livro, e como ainda não li nada da autora, os seus comentários me deixaram muito curiosa para dar uma chance para os livros dela. Provavelmente vou até começar por essa série.
    Adoro protagonistas fortes, mas que não escondem a sua humanidade. Essa parece ser uma leitura muito envolvente.

    ResponderExcluir
  2. Eu tinha Nove regras a ignorar antes de se apaixonar na estante, mas troquei no Skoob (aff).
    Adoro romances de época, mas ainda não li os livros da autora, porém AMEI o fato dela quebrar esse estereotipo de mulheres frágeis. (Também odeio a palavra empoderamento, até que enfim encontrei alguém que concorde comigo). Orgulho e preconceito é uma obra que ainda estou tomando coragem para ler e ter que lidar com o mocinho kkk, boa sorte na leitura.

    ResponderExcluir
  3. Nat!
    É verdade, os romances de época tem trazido protagonistas femininas fortes e obstinadas, nem parecem de seu tempo e sim do nosso, mas amo.
    Recomendo nossa brasileiríssima Babi A Sette os livros dela são ótimos!
    Desejo um ótimo final de semana!
    “Um saber múltiplo não ensina a sabedoria.” (Heráclito)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Natalia!
    Infelizmente não posso te indicar outras autoras pois não sou fã dos romances de época. (nunca li nenhum na verdade, mas não curto romances). Mas que bom que nos livros dessa autora as personagens são fortes e independentes. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu sou apaixonada por romances de época, já li tantos que não saberia contar. Com certeza é o meu gênero favorito. Li esse livro e sou completamente apaixonada ! Achei mais gostoso de ler do que o primeiro e ele se tornou o meu favorito da série, tem o terceiro ainda pra lançar, espero que seja tão bom quantos os anteriores.
    Eu te indico a Tessa Dare,Lucy Vargas, Lisa Kleypas, Madeline Hunter, Mary Balogh e Loretta Chase.. são incríveis, você vai gostar ;)

    ResponderExcluir
  6. Não curto muito romances de época, prefiro temas mais futurísticos, com algum tipo de tecnologia, mundos alternativos, distopias, coisas do gênero, mas tem uma série que eu li e que amo do fundo do meu coração, que é Perdia, da Carina Rissi, até agora tem 4 livros, mas a previsão é que serão escritos mais 2 e a escrita dela é super gostosa de ler, super recomendo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Nat! Eu também tinha muito preconceito com romances de época justamente por não suportar a idéia de ler um livro com mulheres submissas e boazinha. Mas isso tem mudado,e esse ano pretendo me aventurar mais nesse estilo. No ano passado li O Príncipe dos Canalhas da Loretta Chase, não foi a melhor leitura, mas eu amei a protagonista feminina, tão forte e tão dona de si, ainda mais para a época em que é ambientado o romance (os homens no entanto, são todos uns babacas na trama!) Pretendo dar outra chance aos livros de Loretta Chase com a série As Modistas, que tenho lido resenhas ótimas. Julia Quinn, eu não li, mas fiquei desanimada, porque dizem que suas mulheres não são tão empoderadas (é, vc deteste essa palavra) quando as criadas pela Loretta e pela Sarah MacLean:( Mas, cada um tem sua perspectiva.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Tenho o primeiro livro dessa série aqui em casa, mas ainda não li. Todo mundo fala super bem e até hoje não sei porque tô adiando tanto a leitura.
    Adoro a escrita da Sarah também por ela sempre mostrar protagonistas fortes e a frente do seu tempo, que não se curvam e nem baixam a cabeça diante das sociedade machistas daquela época.
    Ler sua resenha me deixou ainda mais curiosa pra conhecer essa série.

    ResponderExcluir
  9. Sempre gostei muito de livros de época. Mas há muito tempo atrás,quando comecei a lê-los,realmente as"mocinhas" eram mais frágeis e com pouca personalidade.
    Mas o tempo passou,e a forma de escrever livros do gênero mudou bastante.
    E acredito que para melhor!

    ResponderExcluir
  10. Oi Naty, nossa, você não curtiu o filme O&P né (rsrs). Eu sou apaixonada por Jane Austen e foi por meio dela que eu tive meu primeiro contato com esse gênero literário.
    Eu sempre ouço muitos elogios dessa autora, Sara MacLean, e tenho vontade de ler algum livro da mesma. Isso que você falou é bem verdade né. Antes as mulheres eram mostradas como frágeis - até demais - e hoje, mesmo com histórias daquela época, elas são fortes, determinadas, inteligentes e na maioria das vezes engraçada. Eu amo esse gênero <3
    Beijokas
    [SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  11. Fiquei bastante feliz em sabe que as mulheres do livro sai daquilo tipo estereótipo de pessoas frágeis. Ainda mais um livro estilo época, em seculo totalmente marcado com isso. Acho legal da parte da autora mostra o outro lada das mulheres inglesas. Um romance parece ser leve e intenso ao mesmo tempo, pelo menos é o que sentir ao ler a resenha. Sobre a capa, adoro elas... nem tem o que dizer hah, são tão delicadas

    ResponderExcluir
  12. Oi, Nat!!
    Ganhei recentemente esse livro mais ainda não li pois quero ler o primeiro livro primeiro. Adoro romances de época e quando a mocinha e forte e valente mais ainda!! Sem dúvida estou adorando conhecer essa trilogia Os Números do amor!!
    Beijoss

    ResponderExcluir