Perdido no cinema: Fallen

28 julho 2017


A adaptação da obra de Lauren Kate - Fallen - para os cinemas é no mínimo constrangedora.
Com atores completamente inexpressivos e um enredo baseado em um triângulo amoroso que não convence, a história se arrasta até um climáx inexistente.

Na história, Lucinda Pice é enviada a um reformatório gótico, onde irá se tornar o centro das atenções de dois garotos: Cam e Daniel
Cam é o típico bad boy com jaquetas de couro, que adora desrespeitar as regras e dá em cima de Luci descaradamente. E ela apesar de ficar balançada com a atenção devotada por Cam, esta caindo de amores por...

Daniel, um garoto fechado, bem arrumado, completamente o posto de Cam e que ignora a existência de Luci. Obviamente, ela se apaixona pelo cara que quer ficar longe dela.
Tãooooo típico.

Isso aê Daniel! Ignora que ela se apaixona!! 

Vamos combinar que esse negócio de triângulo amoroso é completamente desnecessário, né? Na época do lançamento deste filme compararam muito com Crespúsculo, mas na minha opinião chega a ser uma ofensa.
A atuação de Bella e Lucinda são idênticas, é verdade...
Poderiam inclusive ter sido feita pela mesma atriz que não faria a menor diferença, mas pelo menos em Crepúsculo a Bella sabia que queria o vampiro. O lobinho lá é que deu mole de gostar da garota errada.
Neste, a Luci não tem certeza de quem ela gosta; do que são as coisas estranhas, que ela chama de sombras, que ela vê desde pequena e que deram lhe a fama de louca; ela não tem certeza de nada! Não sabe nem o que esta fazendo com a vida dela!!!

Reparem na cara da Lucy ( de touca na cabeça) 

Lucinda sempre com cara de que esta morrendo. Aff! 

E os efeitos especiais?
Sério... o que é a "batalha" dos anjos. Eu coloco batalha entre aspas porque até este momento o filme era sem graça. Depois deste momento o filme ficou constrangedor.

Parece aqueles filmes que o pessoal faz na faculdade como trabalho de conclusão de curso, com baixíssimo orçamento e pessoas inexperientes, mas que vai servir pra "conseguir a nota pra passar". É isso!
Efeitos especiais? 

Após finalizar este filme, tudo que eu pensava é se deveria ou não continuar a leitura do livro (que estava na metade). O livro, apesar de ter vários problemas, consegue ser melhor do que o livro.
A Luci continua sendo insuportável e sem sal.
O Cam continua sendo sem noção.
O cenário continua sendo uma cópia mal feita de Crepúsculo.
Mas pelo menos não é constrangedor...




1 comentários:

  1. Nat!
    Embora goste demais de temas relacionado aos anjos, nem li o livro e nem assisti o filme.
    Não suporto esse lance de triÂngulo amoroso também e quando há dúvida, fica ainda mais sem graça.
    Bom final de semana!
    “Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada.” (Immanuel Kant)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir