Domine seu foco

16 março 2018


Você tem problemas com foco? 
Eu tenho. 

E é justamente por isso que estou sempre à procura de técnicas que possam me auxiliar a desenvolver essa característica na minha vida. Foi dessa forma que me deparei com o ebook de Domine seu foco na Amazon. 

Neste livro, Robledo afirma que com algumas técnicas básicas é possível melhorar seu foco e ser mais produtivo. Segundo o autor, o mundo vive exigindo a sua atenção, mas se você for atender todas as demandas que surgem imediatamente, sua produtividade será desastrosa e ao final do dia, você terá a percepção de que não fez nada. 
Apesar de a habilidade de multitarefas ser muito valorizada, especialmente no ambiente corporativo, essa não é a melhor maneira de conseguir dar conta de todas as demandas e manter seu foco. 
Isso se deve pelo fato de que cada vez que o seu cérebro precisa alternar de uma tarefa para outra, ele também precisa se esforçar mais para entrar no caminho certo. E isso, causa um desgaste mental desnecessário. 

Por outro lado, se você se mantém focado em apenas uma atividade de cada vez, poderá terminar o trabalho sem se desgatar tanto e terá a sensação de dever cumprido, o que lhe motivará a começar a próxima tarefa. 

Se você costuma pular de uma tarefa para outra e ser interrompido por pensamentos aleatórios durante a execução do trabalho, mantenha um bloco de anotações próximo a você. Dessa forma, sempre que alguma dúvida ou ideia surgir no meio de um trabalho, você pode anota-la e esvaziar sua mente novamente para voltar a focar no que estava sendo executado. Mais tarde, você poderá voltar ao bloco de anotações e dar atenção àquele pensamento ou ideia. 

Mas e se você não tem foco? 
Bem... essa é uma habilidade que pode ser treinada. Algumas técnicas ajudam nesse treino, como a meditação e o mindfulness. 

Mas por que eles ajudam? 
A meditação consiste em forçar o seu cérebro a se concentrar em apenas uma coisa (normalmente começamos focando na nossa respiração) e eliminando os pensamentos que por ventura possam vir à mente durante a pratica da meditação; já o mindfulness consiste em fazer com que você preste atenção em cada detalhe da tarefa que esta sendo executada.  
Uma parte muito importante da prática da meditação é que ela o treina a redirecionar a sua mente para a sua tarefa quando você perde o foco. Muitas vezes em nossas vidas diárias, é fácil se distrair com o Twitter ou e-mail, e nós usamos sites onde um link nos leva para o próximo, e para o próximo, e assim por diante. Nós nos permitimos a se distrair, ao invés de colocar um fim nisso. A meditação treina especificamente o redirecionamento do foco na meta, trazendo-o para onde é importante. Ele não incentiva ou recompensa se distrair.
Se você quiser saber mais sobre essas técnicas, recomendo o livro Desligue e Atenção plena para iniciantes. 
Em ambos os casos, a ideia é fazer com que você esteja presente (focado) em uma coisa. 

Ao praticar a consciência plena você pode aprender a concentrar-se mais profunda e intensamente. Você coloca todo o seu foco no que está acontecendo no agora. Isso lhe ajuda a aprender a diminuir a entrada de pensamentos intrusivos sobre problemas do passado ou se preocupar com o futuro. Isso lhe dá mais energia mental para se concentrar.

Foco x Procrastinação 

Essa é a parte que não concordo com o autor, pois apesar de foco e procrastinação estarem interligados, acho que a técnica abordada não é a melhor opção. Pelo menos pra mim...
Segundo o autor, para evitar a procrastinação, devemos começar nossa lista de tarefas com o item mais difícil. Porém, eu assisti um vídeo do Thomas Frank (não encontrei o vídeo específico), onde ele falava que existem dois tipos de pessoas: as que conseguem fazer um trabalho melhor assim que acordam e as que precisam de um tempo para o cérebro "pegar no tranco". Eis o conselho do autor. 

"Quando você tiver sua lista e estiver pronto para fazer as coisas, comece o dia com o item mais importante – você se sentirá melhor e isso tornará mais difícil a procrastinação". 

No exemplo dele, alguns autores famosos eram conhecidos por começarem a trabalhar muito cedo (tipo 4h da manhã, sabe?), enquanto que outros escreveram suas maiores obras no período da tarde. E a justificativa era que esse autores precisavam executar alguma tarefa antes para começar a colocar o cérebro e o corpo em movimento, como por exemplo, lavar louça. 

Eu percebo que sou esse tipo de pessoa.
Se sento no computador para escrever esse texto assim que acordo, vou ficar olhando pra tela durante um bom tempo até colocar meu cérebro pra funcionar. Porém, se eu acordo e vou lavar a louça, e depois sento pra escrever, o meu cérebro já esta desperto o suficiente para executar a próxima tarefa sem dificuldades. 
Então, antes de sair se forçando a fazer alguma tarefa que você esta adiando, tente descobrir que tipo de pessoa é você. Talvez, se você lavar a louça antes de sentar pra fazer a tarefa que esta procrastinando, sinta-se mais motivado por já ter finalizado uma tarefa anterior, ou seu cérebro já estará acordado o suficiente para não ser um suplício começar aquela tarefa mais desafiadora.  

Se você esta procurando melhorar o seu foco, esse livro pode lhe trazer vários insights; E como ele se propõe a aumentar a sua produtividade através de um foco melhor nas atividades, o autor não fica lhe enrolando. 
Cada capítulo é uma dica/técnica para lhe ajudar; ele traz o por quê de aquela dica/ técnica poderia lhe ajudar e como você pode colocar ela em prática. Pronto. 
Rápido; Fácil; Direto

Editora: Amazon
ISBN: B0198ZODEQ
Ano: 2017
Páginas: 98 

0 comentários:

Postar um comentário