Guia dos Hábitos Inteligentes

01 junho 2018

36 hábitos transformadores que seu cérebro irá agradecer por fazê-lo


Você se considera uma pessoa inteligente? 
Eu nunca me considerei inteligente, apesar de outras pessoas me darem esse adjetivo de vez em quando. Eu sempre me considerei uma pessoa esforçada. 
No colégio, enquanto eu virava a noite tentando entender  as fórmulas matemáticas (spoiler: não entendo até hoje!), meus colegas iam pra aula; muitos nem anotavam nada; e chegava na hora da prova eles tiravam uma nota muito maior que a minha. 
Isso pra mim era ser inteligente! 

Eu não sei você, mas eu sempre fiquei meio frustrada quando o meu esforço não superava a inteligência de outra pessoa. Sou dessas... competição é meu sobrenome. 
Então, não é de se espantar que quando encontrei esse ebook a um preço irrisório na Amazon, eu tenha ficado interessada. Finalmente eu ia descobrir como aqueles FDP conseguiam passar nas provas sem nem tocar no caderno! 
#sqn

Neste ebook, o autor vai apresentar uma série de dicas que ele considera que as pessoas inteligentes possuem, tais como fazer cursos online; sempre buscar novos conhecimentos; fazer caminhos diferentes para que o seu cérebro não entre no piloto automático ou parar para raciocinar antes de responder alguma questão. 

"Se houvesse apenas um super hábito para você aprender, ele deve ser o seguinte: hábitos inteligentes devem ser um desafio para você de alguma maneira. Eles devem apresentar um tipo de desafio, algo novo. Se o seu hábito não faz isso, é hora de encontrar um novo. No entanto, se você encontrar uma tarefa para ser nova e desafiadora, então é um hábito inteligente que você pode adotar. Quando você dominar um hábito, este é um bom momento para adicionar um novo hábito em sua vida, porque agora você está pronto para um desafio maior."

Mas na moral? Fazer isso tudo é válido, mas não irá me deixar mais inteligente. 

Raciocinar antes de responder alguma coisa faz com que eu não fale merda. 
Tomar caminhos diferentes para o trabalho faz com que eu fique mais atenta. 
Fazer cursos online faz com que eu tenha mais conhecimento, mas conhecimento não necessariamente faz a pessoa inteligente se ela não sabe como aplicar aquilo que aprendeu. 

A única dica que eu consigo ver como um rela treinamento para que o seu cérebro fique mais inteligente é fazer contas de cabeça e alguns jogos estimulantes que ele cita em um capítulo, como Sudoku. 
Mas eu não precisava comprar um livro para saber disso. Uma simples pesquisada no Google já resolvia. 
Sem contar que não há um ambasamento científico sabe? São percepções do autor. O livro inteiro esta baseado em percepções do autor sobre pessoas que ele considera inteligentes (famosos ou anônimos) e os hábitos que ele observou que essas pessoas (e ele mesmo) possuem. 

Um livro que se propõe a falar de hábitos deveria ter ao menos mais fontes acadêmicas para serem citadas. 
Então, sinceramente, não achei nada que eu já não soubesse ou que o google não pudesse ter me ensinado em 5 min de pesquisa. 
Quando li "O poder do Hábito" (esse sim, eu recomendo!!!) eu fiquei impressionada como os autores provavam que era possível reprogramar o meu cérebro para um novo hábito e as formas como eu poderia fazer isso, mostrando estudos de casos de pessoas reais. Não tinha "achismo"
Mas este livro? Eu esperava bem mais. 
E não. Não acho que estou mais inteligente após terminar esta leitura. 

Editora: Ebook na Amazon
ISBN: B01DYYP2SS
Ano: 2016
Páginas: 160


0 comentários:

Postar um comentário