Codinome Lady V

28 dezembro 2018





" ... ele sempre se lançou ao desafio de descobrir a perfeição na imperfeição" Pg.27



Sabe aquele romance gostoso, com um ritmo envolvente e em um piscar você percebe que finalizou a leitura em um único dia?!?! Meus leitores, foi isto que este livro fez. 

Este primeiro livro começa de forma intrigante e em suas primeiras linhas arrebata o leitor com o seu humor inteligente, com seus diálogos bem estruturados e transforma meros clichês em ousadia e força. 


Então, venham comigo!

Em Codinome Lady V, Lorraine, nos retrata Sr. Minerva Dodger uma personagem franca, inteligente e cativante de um tal jeito, que leva o leitor a torcer por ela " de cara". Diferente da maioria das mulheres, da época, Minerva quer ser casar por amor e não aceita nada menos do que isso.
" Toda mulher merece amor e não deve aceitar menos do homem com quem aceitar se casar." Pg.156
Com esta convicção, ela prefere ser solteirona a aceitar uma relação de contrato. Contudo, planeja viver uma noite de volúpia indo ao Clube Nightingale ( local misterioso e sigiloso onde homens e mulheres vão para satisfação carnal).
" Existem coisas que uma mulher tem que guardar para si mesma porque são deliciosas demais para dividir"Pg.76
No Clube,  Minnie fascina o Duque de Ashebury (aventureiro, orgulhoso, empenhado, percebe além das aparências), recém chegado de um safári pela África. Usando o codinome "Lady V, ela se envolve em um delicioso jogo de flerte com o nosso Diabo de Havisham. A conversa transcende a algumas intrigantes revelações. Em seguida, sem o disfarce, Minerva atrai Ashe a ponto do mesmo não querer sair de sua presença. Entre a obsessão com Lady V e a atratividade com Sr. Dodger, Nick descobre que está falido. Isso mesmo, falido!!!
E, por orgulho e praticidade, a solução para encher o cofre é se casar. 
E quem é a escolhida? 
Sim, aquela que teme e não aceita caçadores de fortunas ( a ponto de escrever um livro sobre o assunto). Ashebury, escolher unir o "útil ao agradável" e começa a cortejar Minerva, com sagacidade e voluptuosidade. 
Até que ponto vale a pena ter o dote como sombra, neste contexto? Mas quem pode julgar, qualquer um dos dois?!
" Em algum momento ou outro, nós todos somos pecadores, todos temos algo a esconder". Pg 165
De um lado, Nick é mais do que ela sonhou ( e qualquer outra dama, estaria dando pulinhos de alegria), em contrapartida, é lógico que a Minerva desconfia de suas atenções.
Porém, de um modo bem prazeroso, a paixão vai desvendando o melhor de ambos.
"Bombásticamente" ocorre uma reviravolta na história e de uma forma brilhante e perspicaz, esta história toma um rumo inteligentíssimo e irresistível.
"Ela era a lua e as estrelas. O sol e a chuva. Eu não gostava tanto dela como gostava do modo que eu era quando estava com ela. Eu era otimista, invencível. Mais generoso, mais amável. Ela extraía o melhor de mim." Pg.231

Lorraine Heath, consegue expor os medos, as expectativas, o afloramento de um sentimento, a evolução dos objetivos e o desenvolvimento da personalidade dos nossos protagonistas com uma propriedade forte e espetacular. Nossa escritora trata sentimentos e até uma déficit cognitivo com cuidado e moldes leves.
Sem dúvida, os diálogos foram os pontos fortes desta narrativa.  
Eu me "pegava" conversando com o livro, em variados momentos. Ficava com vontade de brigar e oferecer uns conselhos. Pareciam meus melhores amigos.
Simplesmente, amei este livro. Ele sai dos padrões das leituras de romances de época é "Ousadia e Comicidade"e, com toda certeza, a Lorraine se tornou uma das minhas escritoras preferidas.
  • Sobre a série: A série nos apresenta um quarteto de aristocratas que cresceram juntos como irmãos. E escolheram se amar, como tal. Três deles se tornaram órfãos com 08/07 anos, após um trágico acidente no trem que seus pais viajavam. Estes foram levados a Mansão Havisham, onde seu guardião (Marquês de Marsden - o louco) morava com filho, de 06 anos, Killian (Visconde de Locksley). Este, se uniu aos gêmeos, Albert (Conde de Greyling) e Edward, juntamente com Nicholson (O Duque de Ashebury) e viveram grandes aventuras e aprenderam a defender um ao outro (graças aos laços tão inabaláveis quanto aqueles de mesmo sangue). E, lógico, enraizaram a ideia de temer o amor.
O primeiro livro da série é em relação ao Duque de Ashebury, como vimos nesta resenha. Já o segundo é sobre os nossos idênticos e marcantes gêmeos Alcoolt (Conde de Greyling e Edward). Ansiosa, para compartilhar a segunda resenha desta surpreendente história.


Até a próxima, LEITURA!

Série : Os Sedutores de Havisham - 01
Escritora : Lorraine Heath
Editora : Gutenberg
Ano : 2017
Páginas : 251
ISBN:978-85-8235-419-3

14 comentários:

  1. Lays,eu meio que "torci" o nariz quando olhei a capa do livro. Imaginei que seria uma história parecida com o Cinquenta Tons de Cinza ,mas de época.
    Porém assim que comecei a ler a resenha,e li que " os diálogos são bem estruturados", percebi que estava totalmente enganada. ;)

    Que bom poder ler um livro engraçado,e bem escrito !
    Eu fiquei bem curiosa em poder conhecer a personagem Minerva ,com toda a sua ousadia.
    Já que faz um tempo que não leio livros de época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janaina, eu fiquei anos sem ler livros de época. Mas em 2017, retornei a este estilo literário. Comprei este livro e assumo que demorei um ano para ler, porque ficava com o mesmo receio que você. Mas logo no primeiro capítulo me arrependi de ter demorado tanto tempo para apreciar a escrita de Lorraine. Torço para que você goste, tanto ou mais do que eu!

      Excluir
  2. Não sou muito adepto ao romance de época, mas gostei muito da protagonista, acho muito legal quando a história não foca só no romance, e sim muito mais na jornada da mocinha. Alguns livros adoro a história, fico encantado, mas não é o suficiente para ser aquele livro, esse parece ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo sendo suspeita para falar( Por ser uma das minhas escritoras preferidas), a escrita da Lorraine é super envolvente. Você vai gostar, Ycaro!

      Excluir
  3. Oi Lays,
    Sou apaixonada por romances de época, e também adoro a escrita da Lorraine...
    Estou com os dois livros lançados da série, é minha próxima leitura, e a cada resenha já sei que vou me apaixonar, adoro mocinhas que são fortes em suas escolhas.
    Fico imaginando quando ela descobrir que ele quer casar por conta do dote, acho que o melhor é isso, saber que pode dar errado, mas nunca dá, rsrs.
    Sou apaixonada na capa <3
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É apaixonante a escrita dela, né?Tb sou apaixonada, pela capa. Muito linda!!
      Vitória, estou para escrever a resenha do livro 02, desta série. Até o final de Janeiro vou publicar aqui.
      Enquanto eu lia, fiquei curiosa em saber como ela descobriria. Mas o melhor foi como o Ashe soluciona e demostra o que sente e o que realmente quer a Minerva. O desenvolvimento do " acreditar no outro" é nítido neste livro.
      Beijos

      Excluir
  4. Essa série faz mesmo muito sucesso. É uma história interessante e realmente tem tudo para prender o leitor. Acho que quando os diálogos são bem construídos e a narrativa bem feita já é meio caminho andado para agradar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, Evandro. Adoro, diálogos bem construídos!

      Excluir
  5. Oiê!
    Esse livro foi tão bem falado no ano passado que corri e coloquei o mesmo na minha lista de desejados pra este ano. Amo romances de epoca e por isso já li inúmeros, entao saber que este tem uma pegada que difere de todos os outros já me animou demais.
    Sempre me apego a livros que alem do romance tem diversão e nos faz dar altas risadas. Espero lê-lo em breve.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iêda, amo dar gargalhadas lendo! Também sou fã de romances de época e espero que goste, quando realizar a leitura. Bjs

      Excluir
  6. Eu adorei os dois primeiros livros dessa série de uma experiência muito agradável com a escrita da autora e como são grande fonte de romance de época só tenho amores com esse livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina, gostei tanto da escrita da autora que estou pesquisando outros títulos, da mesma. Estou super ansiosa pelo terceiro livro, desta série!

      Excluir
  7. Eu aprecio livros de época, porém, tenho certo receio de séries com esse contexto.
    A personagem principal pareceu agradável, indo além do pensamento de seu próprio tempo. O protagonista masculino, no entanto, pareceu-me super clichê.
    O fato mais curioso do livro foi a forma como os personagens se conheceram. Não me lembro de nenhum outro livro de época que tenha apresentado seus personagens principais em uma "casa de prazeres".
    Não gostei muito da capa, porém adorei o título e achei a premissa do livro, baseado em sua resenha, bastante promissora =).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joicy, o protagonista masculino tem um hobby bem singular. Eu nunca tinha lido em outro romance de época. E é por causa, deste passatempo, que reforçou a percepção de observador, que obtive. Beijos

      Excluir