LUZ DA MANHÃ

19 abril 2019


"É nesta hora que você se dá conta de que a ciência não é a responsável por mover o mundo, e sim a fé."



Tenho que admitir que este livro bônus é surpreendente. Não falo em relação a clichês, porque existem vários. Mas em referência a estruturação da estória.

Nas resenhas costumo focar nos protagonistas. Provavelmente, não acharam o nome desta mocinha (que para mim, é a protetora suprema) no que foi compartilhado a vocês. Porém, para quem já leu os dois primeiros volumes ou a série Renda-se , com certeza, estavam ansiosos por um livro da Gabrielle.

Então, venham conhecer, a "leoa" das amigas, Gabrielle!


"(...)Porque Ele tem seus próprios planos para nós. Não nos cabe julgar, apenas viver a vida como Ele nos concedeu.(...)"
Sabem aquelas pessoas, que se transformam para proteger os que estão a sua volta??? É a Gabrielle.
Um mulher forte, que está sempre disposta a todas as consequências para  proteger seus amados, sagaz, empática, estilista, aquela que sempre tem um sorriso no rosto, "mãezona", livre e com uma enorme ferida do passado.

Maximiliano, o pai da pequena Ana Carolina ( já volto a falar dela), o vizinho do sorriso sedutor e médico socorrista. Um homem inteligente, confortável com a a vida que leva, persistente e que carrega uma grande culpa no peito.

A pequena Ana Carolina, mais conhecida como "matraquinha", ela é a luz de cada manhã. Acredito que é por causa dela, que este livro teve um diferencial. Impossível, não se apaixonar por esta pequena. Esperta, fofíssima, amorosa e que vê alegria em tudo. Toda vez, que esta princesa aparece na narrativa, a pessoa se pega sorrindo. Ela é uma gracinha, gente!!!S2
"Às vezes, algumas pessoas têm medo do diferente, Ana, porque sabem que o diferente é muito poderoso, então elas tentam magoar, fogem, evitam." 
Após uma fatalidade, aflitiva, e um divórcio, libertador, Gaby não tinha em seus planos se envolver, sentimentalmente, com mais ninguém. Porém, depois que Jasmine saiu de sua casa para viver seu amor com Damien, ela vem se sentindo sozinha. Para dificultar a situação, está passando por uma complicação no trabalho.

Max,depois de um casamento sem amor e da fatalidade que resultou na perna mecânica de sua filha, se encontra vivendo para fazer Ana feliz e sem pensar em nenhuma paixão. Contudo, ao se mudar para o seu novo apartamento, graças a "matraquinha" linda, Gaby se torna mais presente em sua vida.

A química dos personagens é envolvente. Faz com que fiquemos na torcida para que dê certo.

Mesmo em meio a tanta " bomba de fofura e inteligência" que são as cenas da Ana Carolina. Temos um relacionamento sendo construído, naturalmente. Uma ex-mulher- egocêntrica- que se casou com uma dependente químico e inferniza a sua vida. Uma "amiga"- infeliz- que tenta de forma cretina afastá-los. Seus passados em guerra com a realidade. Gabrielle igual uma leoa para defender Ana. A mafia russa, sendo envolvida de novo. 

E, o que fazer, quando o Déjà vu do pior momento da sua vida acontece?? Segundos, podem alterar o fim?? Nossa fé é a nossa força? Somos capazes de realizar o auto perdão?  Quando os nossos fantasmas ressuscitam, de onde vem a luz que nos direcionam a um novo caminho?
"Ela é a minha luz da manhã, o motivo dos dias serem mais claros, mais vivos. Ele é a razão para minhas noites serem aquecidas, intensas. Eu pertenço a eles, e eles a mim." 
Um livro lindo, que o leitor percebe o cuidado da escrita. Observamos, a necessidade de todas as formas do perdão, para prosseguirmos em harmonia com a vida. 

Esse volume bônus, tinha um papel a desempenhar nesta trilogia. E, Anne, cumpriu a finalidade. Ao decorrer da leitura, há um misto de sentimentos(intensos) e concluímos em paz o enredo. 

De todos os livros, da Anne Marck que já li, este está no meu top 03.Todavia, continuo querendo saber mais sobre Peter, o irmão da Gabrielle. O mesmo já apareceu em várias estórias da escritora. Com isto,  seguimos para a última narrativa desta coleção.

Até a próxima Leitura!

Sobre a série: Uma Trilogia que nasceu na série " Renda - se". E, neste novo cenário, nos trás três estórias. São estas as de Dominic, Damien e Sebastian. Mesmo tendo dois irmãos, a trilogia não se prende em laços genéticos. O foco é mostras enredos com homens fortes e com tendências protetoras em destaque.

COMPRAR
Série: Trilogia Protetores #LivroBônus
Ano:2017
Páginas: 464


9 comentários:

  1. Esse livro pelo que li de sua resenha,promete um romance muito emocionante. Onde cada um dos personagens carregam cicatrizes do passado, e se encontram para quem sabe encontrar a felicidade.
    E para melhorar ainda mais, o livro conta com a participação de uma menininha muito especial?
    Que ótimo!!!!!
    Eu gosto bastante quando há crianças em uma história.

    Espero poder ler todos esses livros e me encantar com a escrita da autora. :)

    ResponderExcluir
  2. Sempre que tem uma criança fofa no meio de uma estória de amor, o livro já se torna um amorzinho.
    Se o livro bônus é tão bom assim, imagino como a série deve ser sensacional. Estou super curiosa para conhecer todos esses personagens e a escrita da autora.

    ResponderExcluir
  3. O mais legal nos livros dessa série (e de outras também) é que cada personagem vem puxando uma história e a gente acaba querendo saber o que cada um tem a oferecer. Gosto desse toque da máfia na trama. Ana Carolina pelo jeito rouba várias cenas.

    ResponderExcluir
  4. Olá Lays!
    Talvez esse excesso de caracterização com o qual a autora dota os protagonistas seja um pouco equivocado, de modo que o leitor não consegue definir muito bem qual é a verdadeira personalidade pretendida pela autora. É claro, contudo, que Ana Carolina é o grande destaque da obra, sendo esta uma personagem que consegue carregar toda a trama inconsistente nas costas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Uma história claramente de superação e perdão, essas narrativas que dão as de "recomeço" me agradam e acho que aquece o coraçao de quem está lendo. Essa trilogia é enfaticamente elogiada por ti e certamente atingiu o objetivo de convencer os leitores do blog que vale a pena das uma chance a ela. A capa por mais bonita que seja, não me despertaria curiosidade em ler, por isso que as resenhas ajudam tanto.

    ResponderExcluir
  6. Olá! A matraquinha realmente roubou a cena nesse livro e não poderia ter sido melhor, mas também não dá para não falar da força que nossa protagonista tem (a mulher é arretada hein, Girl Power total) e Max (suspiros) para variar um sonho. A Anne sabe como ninguém conectar suas histórias e trazer nossos personagens queridinhos e novos que nos fazem morrer de amor, vulgo Sebastian (risos). A história foi linda demais e aquela tatoo (lágrimas caíram hein).

    ResponderExcluir
  7. Adoro quando tem crianças nas tramas deixam tudo mais gostoso e Ana parece ser tudo de bom. Acompanhar os protagonistas em sua jornada deve mexer com a gente, afinal os dois tem suas marcas do passado e não é fácil supera-las, o bom é que deve ser um romance que surge aos poucos gosto disso.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lays!
    Luz da Manhã é o meu livro preferido da Anne Marck e foi o meu favorito de 2018; eu me encantei pela força da Gabrielle, mas quem realmente roubou o meu coração foi a matraquinha Ana Carolina, com sua fofurice e sua capacidade de vê alegria em tudo...
    Sobre o Déjà vu que você citou, eu quase infartei, sofri demais por ela está passando novamente por aquilo, e como detestei a "amiga" infeliz nesse momento!
    Mas enfim, vou parar por aqui para não correr o risco de solta spoiler, mas Luz da Manhã é um livro que com certeza indico sempre! Bjos!

    ResponderExcluir
  9. Lays!
    Amo romances quando tem crianças envolvidas, ainda mais quando são inteligentes e falam muito, traz um viço ao enredo, não é?
    E sabor que o romance vai acontecendo aos poucos e a química entre as personagens é quase palpável, traz uma curiosidade maior para leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir