Verdade?

11 abril 2019

PORQUE NEM TUDO QUE OUVIMOS OU FALAMOS É VERDADEIRO? 


Eu conheci a Monja Coen através de um canal no Youtube chamado MOVA quando estava procurando técnicas de meditação. 
Na época, achei uma senhorinha simpática e que me transmitia uma coisa boa através de suas palavras. Passei a prestar atenção... a assistir um vídeo atrás do outro, e quando percebi estava apaixonada e já me considerava uma budista. 




Lembra quando o Censo do IBGE batia na nossa casa perguntando qual era nossa religião? O  que você respondia? 
Eu hoje responderia que sou sem religião. Pois para mim, o budismo não é uma religião, mas sim uma filosofia de vida. 
Frequento um templo budista? Não. 
Estudo profundamente a doutrina budista? Não
Apenas sigo a filosofia básica de todo budista: "Não faça com os outros o que você não gostaria que fizessem com você". 

Ame os outros pois você gostaria que alguém lhe amasse da maneira como você ama. 

Ajude aquele irmão que passa fome na rua pois você gostaria que alguém fizesse isso por você se você estivesse naquela situação. 

Basear a sua vida em uma frase de Confúcio pode parecer estranho, né? Mas você já parou pra pensar em quantas frases você utiliza para guiar a sua vida e nunca parou para refletir sobre elas? Pois bem... a monja COEN parou. 

DEUS ESCREVE CERTO POR LINHAS TORTAS

Esse ditado significa que nem sempre as coisas saem como você imagina ou espera, mas que mais lá pra frente, mostrará que era o melhor para você. Mas será que Deus escreve em linhas tortas mesmo, ou nós humanos é que entendemos como tortas essas linhas por sermos incapazes de perceber a perfeição? 

ÁGUAS PASSADAS NÃO MOVEM MOINHOS

Isso significa que o que passou... passou. O moinho só irá se mover com novas águas. E assim é a vida. "Não adianta chorar sobre o leite derramado". A relação destruída nunca mais poderá ser regenerada. As palavras ditas não poderão ser retiradas. O que passou...passou. 
Por iss, aprecie cada momento da sua vida. Ela é única! Esse momento é único! Ele nunca mais irá se repetir. Pois o que passou... passou. 

QUEM ESPERA SEMPRE ALCANÇA

Resiliência é a palavra o século. Todos precisam ser mais resilientes no trabalho... nos relacionamentos... no trãnsito. Estamos muito agitados! Muito sobrecarregados o tempo todo com exposições constantes de violência... anúncios... tarefas. Mas se você for esperar para conseguir alguma coisa, pode esperar deitado, pois sentado irá cansar. Ser resiliente é diferente de esperar que as coisas caiam do céu. De nada adianta orar a Deus sem levantar a bunda da cadeira e correr atrás do que deseja. A minha dúvida é se devo ser resiliente e aguardar a justiça divina, ou correr atrás da minha vingança... confesso que isso não ficou claro para mim... 

QUEM COM FERRO FERE, COM FERRO SERÁ FERIDO

Faça o bem aos outros e você receberá o bem de volta. 
Se você faz o mal, isso contribui de forma negativa para o seu carma e você precisará aprender uma lição mais para frente. Isso pode ser nesta vida... em outra... ou em outra... quantas forem necessárias. Mas não porque você precise ser punido.Mas sim, porque você precisa evoluir.

Confesso que ainda preciso trabalhar essa última parte. Ainda desejo que o outro seja punido. Que o ferro quente quime-lhe a carne.  Que ele pague por todo o mal que ele fez, mas como eu disse... estamos aqui para aprender e evoluir, né? Essa talvez seja a lição que eu preciso aprender. 

Pecebem que todo o livro é uma série de reflexões que a Monja faz de ditos populares que guiam as nossas vidas, mas que nunca paramos pra pensar se REALMENTE eles fazem sentido para nós e se realmente queremos seguir isso? 

Foi uma leitura simples. Rápida, pois o livro é bem fininho. E me fez pensar em algumas coisas interessantes, não é mesmo?

Ela reflete sobre muitos outros ditos, tais como: 

- Em casa de ferreiro, o espeto é de pau
- Quando o gato sai, os ratos fazem a festa
- Cão que ladra não morde
- Para bom entendedor, meia palavra basta
- Santo de casa não faz milagre

Mas para você conhecer mais profundamente cada um desses ditados e o que npos precisamos extrair realmente de cada um deles, só lendo o livro inteiro e vindo me contar aqui nos comentários! 

Eu, assisti a palestra dela LITERALMENTE chorando devido a fase complicadíssima que venho vivendo na minha vida pessoal. Ao chegar para autografar meu livro, perguntei a Monja como poderia me libertar de todo ódio e sede de vingança que carrego em meu peito. 
Sabem qual foi a resposta dela? 
"Assopre pra longe minha menina. Deixe ir e seja dona de si mesma". 


Contemplem a cara de choro da pessoa que teve a oportunidade de conhecer um ser iluminado nesta vida
Editora: Bestseller
ISBN:  9788546501915
Ano: 2019
Páginas: 144


7 comentários:

  1. Que profundo. Apesar de ser um livro fininho parece vir somente para nos ensinar mesmo.
    A monja Coen é realmente um ser cheio de luz e paz. Só de ver uma foto dela você sente essa paz que ela emana.
    Ainda tenho muito que aprender e quero descobrir alguns desses ditados. Mas, fazer para o outro aquilo que você quer receber, eu sempre pensei assim.

    ResponderExcluir
  2. Oi Natália, achei perfeita a resposta que a monja lhe deu : "Assopre pra longe minha menina. Deixe ir e seja dona de si mesma". ;)


    Assim como gostei e concordei com os outros ensinamentos que você nos contou.
    De fato, recentemente tive a experiência de entender que tudo em nossa vida, é na hora de Deus,e não na nossa.
    Quando algo que desejamos muito e por muito tempo , enfim se concretiza,temos a verdadeira dimensão do que aconteceu... 🙏
    Assim como a vida funciona com a lei do retorno. Faça o bem,que terá o bem. Faça o mal... Já sabemos o que acontecerá.

    Apesar de não ler frequentemente livros do gênero,achei esse interessante!

    ResponderExcluir
  3. Olá Natalia!
    A conxetulização dessa frases tão corriqueiras que ouvimos por aí pode ser o primeiro passo para uma mudança de vida, e Verdade parece ser aquele tipo de obra para se consultar a qualquer momento e quantas vezes forem necessárias. E realmente a chave de tudo é ter empatia e tratar os outros da mesma forma que gosta de ser tratado.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Guria, o "seja dona de si mesma" teria calado minha boca na hora, seria desnecessário qualquer outro tipo de luz, conselho ou estímulo. Pouco f... A gente ser dona de nossos atos? Tipo, eu estou sofrendo (nesse momento) pq EU QUERO, EU PRECISO DISSO. É diferente de: "eu tô mal pq ele me fez sofrer", entende??... Mas em relação aos ditos populares, que sacada ela usar frases tão corriqueiras, facilmente usadas para redefinir seu significado, mostrando o lado "meio cheio do copo". Ainda não tive oportunidade de ler nada dela ou assistir suas palestras, acho que não fui chamada a isso. Sou muito agitada e não iria absorver tanta luz e paz dessa Monja. Mais para frente.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Achei muito interessante o livro, eu mesmo tento (porque por muitas vezes é bem complicado), seguir a filosofia da empatia, se colocar no lugar do outro e tratar as pessoas como eu gostaria de ser tratada. Gostei bastante da proposta do livro em nos mostrar outros pontos de vista em relação a ditados tão conhecidos e repetidos por nós em diversas situações.

    ResponderExcluir
  6. Que oportunidade maravilhosa que você teve ao assistir essa palestra e ainda ouvir um conselho tão sábio. Realmente devemos assoprar para longe todas as coisas que nos tiram do nosso caminho de luz. Eu sou um grande admirador da filosofia budista. Há muito tempo conheci um senhor que seguia esses ensinamentos e era uma pessoa iluminada.

    ResponderExcluir
  7. Nat!
    Ver as coisas de uma forma diferente é sempre importante, temos de aproveitar cada momento.
    Sou adepta da meditação e acho importante nos desenvolvermos espiritualmente.
    A Monja é uma pessoa iluminada.
    Tem ensinamentos sábios que nos colocam para refletir.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir