O Livro dos Ressignificados

29 agosto 2019


"(...) é ir contra o mundo inteiro, se for preciso, para realizar um sonho." - determinação (s.f.)


SINOPSE:

Antes aprisionadas na formalidade dos dicionários, palavras como “girassol”, “Deus”, “sonho”, “tatuagem”, “cafuné” e muitas outras são libertadas por João Doederlein — que assina com o pseudônimo Akapoeta — neste seu primeiro livro. Elas são repensadas a partir das experiências pessoais do autor, de vinte anos, e de sua geração, mesclando romantismo bem resolvido, paixão, isolamento e um dia a dia que respira tecnologia e cultura pop.
Combinando textos que se tornaram sucesso nas redes sociais com material inédito, o autor acha novos significados para os signos do zodíaco, para clichês indispensáveis como “paixão” e “saudade” e para o atualíssimo “match” e “crush”. Uma história de amor correspondido entre um jovem e sua musa — a escrita.

Então, venham comigo!!!


"palavra (s.f)
É arma. É escudo. É pedido de desculpa. É do
que são feitas as cartas de amor. É ingrediente
principal de uma boa conversa. É um punhado de
letra se abraçando. É a melhor amiga do poeta.
É a mãe da literatura. Usada da forma errada:
tortura. Nas mãos do escritor certo: cura.
É, na humilde opinião de Alvo Dumbledore,
nossa inesgotável fonte de magia."

Perdidos, eu não sou muito de ler poesia. Mas esse "punhado de letra se abraçando" foi SIMPLESMENTE SENSACIONAL.

João conseguiu descrever, ressignificando, cada palavra compartilhada - neste livro - de um jeitinho singelo, cheio de metáforas e com simplicidade.

Este livro nos direciona em 06 partes: o jardim, o zodíaco, o coração, a mente, a idade e a história de nós dois. Sempre com uma introdução, para caminhar junto com o leitor.

E essa sensação de conversa é ótima! Sim, parece uma conversa, pois o poeta nos dá uma palavra (do nosso cotidiano) e a eleva a um sentido excepcional. Logo, a contextualiza, plausivelmente, no "mundo" literal, que nos rodeia.

"inverno (s.m.)
é o gelado do seu pé no meu. é um edredom
contando história. é um bocado de neve na
televisão. é quem mostra para a gente que o frio
tem seu lado bom. é a parte bonita de um abraço
acolchoado.
é uma gentileza para o amor."

Eu já senti uma "vibe boa", no momento que peguei o livro. Logo na primeira vez, que tive contato com as páginas. Já li, diversas partes - deste livro - muitas vezes.

Gostei do jeito que o autor apresentou os poemas e as ilustrações utilizadas. Tudo combinando e de bom gosto. Achei interessante, as palavras (com os ressignificados) aparecerem com o formato de um criativo dicionário.
"ressignificar (v.)é olhar de dentro para fora. é encontrar novidade no que a gente vê todo dia. é saber que as coisas mudam tanto quanto pessoas.é recriar o que um dia foi criado. é a própria regra. é saber lidar com o novo. é perceber que tem um pouco da gente em tudo o que a gente faz. é um exercício de autoconhecimento.
é um ato de extrema liberdade em que a gente pinta o mundo à nossa volta do jeito que a gente vê."
  • Uma curiosidade: João Doederlein, já comentou - no "Correio Braziliense" - que a ideia deste livro veio após uma aula, onde escutou a seguinte frase:"(...)um bom escritor é aquele que conhece as próprias palavras(...).

Se você, que se sentir abraçado, representado e acalorado com palavras, dê uma oportunidade a esta leitura mágica.  

Até a próxima leitura!

"magia(s.f.)
é curar a dor de alguém com um abraço amigo. é um simples segurar de mãos. é palavra usada para explicar aquilo que foge da minha e da sua compreensão. é fonte do próprio desejo.
é acreditar que o Papai Noel deixou presente na noite de Natal. 
é aquilo que envolve os meus dias inesquecíveis.
é do que são feitos olhares entre estranhos que cruzam o corredor
 e te fazem perguntar pelo resto do dia: qual é o nome dela?"

AUTOR: AKAPOETA
EDITORA: PARALELA
ANO: 2017
GÊNERO: POEMAS / POESIA


8 comentários:

  1. Oiii ❤ Eu simplesmente adorei a proposta desse livro! A ideia do autor de dar novos significados a palavras já existentes, de acordo com suas experiências pessoais, é genial! Além disso, é muito original também, já que nunca li nada do tipo.
    Me agrada muito saber que os ressignificados foram feitos no formato de poesia e que contêm ilustrações também.
    Se tiver a oportunidade, com toda certeza, vou ler.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  2. Olá! ♡ Nossa, eu ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas adorei o título, ele chamou muito minha atenção.
    Eu também não leio muita poesia, mas gosto bastante.
    Adorei a proposta do livro, achei muito bacana o autor dar um novo significado as palavras, se utilizando de várias metáforas.
    Parece uma leitura extremamente agradável, que nos toca com sua delicadeza e simplicidade.
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  3. Olá! Confesso que não conhecia o trabalho do autor, e fiquei bem surpresa, por ele ter começado tão jovem. O livro parece ser bem interessante e lindinho, vai ser bem legal acompanhar novos significados para as palavras, já deu para perceber que a edição está bem caprichada e feita com muito carinho, além disso, curto muito esse tipo de leitura, sempre mesclando com alguma outra leitura, ou até mesmo, uma leitura de cabeceira, por isso, vai ser um prazer conhecer melhor o trabalho do autor.

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro poesias e acho fantástico quando os versos conseguem nos surpreender. Poesia é movimento, e seu envolvimento com as ilustrações acho fantástico.

    ResponderExcluir
  5. Gostei das seis partes na qual o livro é dividido e na forma que você disse que ele convesa con a gente enquanto lemos. De início não tive interesse no livro, entretanto sinto a mesma vibe boa só pela capa do livro. É uma ótima indicação certeza que procurarei ler.

    ResponderExcluir
  6. Eu sempre gostei muito de poesias,e adorei o jeitinho que o autor nos apresenta as palavras de forma literalmente poética!

    Que linda ficou a sua interpretação da palavra MAGIA!

    "é curar a dor de alguém com um abraço amigo..." 💗
    Bela colocação! :)

    Acredito que esse livro é ideal para abrir numa página aleatória,e saborear cada um dos significados ,segundo as experiências pessoais do autor .


    Gostei de verdade da dica.

    ResponderExcluir
  7. Eu também não sou uma leitora de poesias. Mas tenho feito um projeto pessoal para conseguir ler sempre alguma coisa do gênero e tenho ido bem. Gostei desses novos significados para essas palavras. Um outro olhar para palavras tão constantemente utilizadas. Vou querer ler, o livro vai entrar no meu projetinho.

    ResponderExcluir
  8. Também não sou chegada a livros de poesia, mas parece ser daquelas leituras que nos aquece, e por ser simples deve ser de fácil compreensão, sem falar nas partes abordadas, que são bem interessantes, gostei que tem ilustrações deixam a leitura mais encantadora.

    ResponderExcluir