DOM

17 abril 2019


"A sensação é além do que eu esperava, é como o combustível flertando com uma fogueira, despertando faíscas perigosas."

Gosto de me perder no Kindle e ser apresentada a uma nova escrita. 
Tenho essa tendência a " dar uma oportunidade".

E, isto que venho pedir a vocês...

Venham conhecer, Anne Marck!


" Lar é onde você se sente bem, com as pessoas que você ama; do contrário, é só um amontoado de concreto e pertences inúteis"
Dominic , possui um passado complexo. Ele viveu na rua cuidando de seus 3 irmãos e 1 irmã. Passou fome, presenciou a mãe se matar aos poucos- por uso das drogas- e sua irmã e o irmão- mais novos- falecerem por conta das péssimas condições de vida. Porém, esta que o "golpeou"também se encarregou de mudar a realidade destes irmãos.
 Sim, eu chamaria de superação, oportunidade e sorte.

E , hoje, o protetor Dom é engenheiro e dono de uma grande empresa, junto com os irmãos mais novos. Mesmo  escolhendo não ocupar, pelo menos não mais, o cargo de Presidência, pois este está a frente do Centro Comunitário. É um homem bom, carismático, "exala" proteção e tem como foco de vida, auxiliar todos aqueles que conseguir, para que não passem por tudo que já passou nas ruas. 

Luna, está vivendo nas ruas e a fome faz com que ela  procure comida nas lixeiras do centro comunitário. 
Tá, Lays! Mas lá é um centro comunitário,
porque não entrou e comeu?? 
Simples, ela está se escondendo de alguém. 

Amores, como a nossa mocinha precisa, neste momento, se esconder, ela se alimenta de sobras. E está ferida e desnutrida. Uma mulher corajosa, muitas vezes impulsiva, "escorregadia", protetora e desinibida. 
E é neste contexto que o nosso casal se conhece.

" A vida já me ensinou que esperar uma melhora é ilusório, já fui passiva demais."
Dom estabelece uma conexão, inexplicável, com Luna. Esta desconfiada e teimosa, não facilita o ato de ser ajudada. Quanto mais a nossa mocinha conhece o mundo do nosso mocinho, mais ela vai se perceber envolvida com o nosso genuíno protetor. 

Em meio ao cenário onde um figura importante da sociedade quer ver a ruiva morta, o plano de vingança da mesma contar o político, o clima de descoberta de um sentimento, a ligação sensual, a ajuda prestada a uma amiga a fugir do cafetão, o compartilhar passado, um novo grupo de amigas irmãs, o envolvimento da máfia russa e da italiana ... ufa! Uma confusão puxando a outra. Que vira tudo "junto e misturado". Contudo, é uma leitura boa e na maior parte coerente. Uma receita que acaba funcionando. Mesmo sabendo que a narrativa se passa no Brasil, a escritora não deixa claro aonde seria. Então, minha imaginação estava livre. 
"Este deve ser o nosso maior objetivo: mudar o mundo como o vemos , dando ao nosso trabalho humanidade, acima de tudo."

Todavia, esta estória me surpreendeu de várias maneiras. Primeiro, eu não sabia o que esperar. Segundo, mesmo existindo alguns pontos que não sentir firmeza ou até me questionei o sentindo daquela parte ... é um enredo que agrada. Com seus, altos e baixos. Vilões e mocinhos. Terceiro, a estruturação do núcleo masculino é boa e envolvente. 

Dom foi um personagem que nasceu na série Renda - se, aparecendo em seus quatro livros. Já na série anterior, você torce para que ele tenha " um final feliz". Tenho que admitir, que até pensei que ele se envolveria com uma das personagens. Mas não. Anne reservou uma estória propícia para "enlaçar" o coração. E eu "curtir".Lê este livro, antes de realizar a leitura do quarteto anterior, não abala o entendimento. Eu, comecei por esta trilogia. E, de coração sincero, gostei mais desta.

 

Até a próxima Leitura!

Sobre a série: Uma Trilogia que nasceu na série " Renda - se". E, neste novo cenário, nos trás três estórias. São estas as de Dominic, Damien e Sebastian. Mesmo tendo dois irmãos, a trilogia não se prende em laços genéticos. O foco é mostras enredos com homens fortes e com tendências protetoras em destaque. 
Série: Trilogia Protetores #1
ISBN: B0742RDJ9J
Ano:2017
Páginas: 315

Spin-off do livro DOM : ESPERE-ME ACORDADA


Achei justo a Anne Marck desenvolver um spin-off, para nos apresentar a estória de Sophia e Nicholas.

Até que ponto sua família vai por seu legado? Até que ponto acreditamos em quem amamos? Na "corda bamba" em quem você confiaria, no amor da sua vida ou em seus familiares? Quando só restam cacos, como a pessoa se recria? O que é mais difícil o ato de perdoar ou de auto perdão? A culpa e o orgulho são mais fortes que o ato de perdoar? E o amor, vale a pena?

Estes são os dilemas, presentes neste spin-off.

Amor, família, traição, vingança e perdão. ( Me sentir em uma chamada de trailer rsrs ... mas esta é a verdade sobre este casal)

Nem tudo é o que parece. E em uma estória forte de início ao fim, conhecemos quem são estes intensos personagens.


Série: Trilogia Protetores #1.5 #Spin-off
ISBN: B074YDM1L8
Ano:2017
Páginas: 112

16 comentários:

  1. Lays!
    Nossa! Quanto sofrimento Dom passou e fico feliz em ver que ele deu a volta por cima e tenta ajudar outras pessoas.
    Merece mesmo ser feliz!
    Parece uma trama bem intricada e fiquei cuirosa.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudy, mesmo gostando deste livro, meu preferido não é este. O Dom é um personagem muito forte.

      Excluir
  2. Olá! Sou até suspeita para falar do Dom, pois sou completamente apaixonada por ele, tive a sorte grande de conhecer o trabalho da Anne lá no wattpad e foi amor à primeira vista, desde lá, acompanhei todos os seus trabalhos e eu só posso dizer que a cada novo livro, meu amor só cresce, é tão perceptível à evolução dos personagens, da escrita, das histórias. Ai ai poderia ficar aqui o dia todo citando motivos para começarem o mais rápido possível a ler seus livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elizete, eu - infelizmente - só conheci o trabalho da Anne na Amazon. Mas agora, estou recuperando o tempo perdido hauahuahauhauhaua
      Nossa, é sensacional acompanhar a evolução!

      Excluir
  3. Interessante a abordagem desse livro, que acredito ser hot. O mocinho já passou por maus bocados e vai ajudar a mocinha que vive a mesma situação que ele viveu um dia. Mutio bom.
    Não conheço a autora, vou procurar esse ebook para conhecê-la.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nil, vou te dizer que o livro é mais sensual do que hot. A cada livro que pego da Anne, percebo o quanto ela vem crescendo.

      Excluir
  4. Olá Lays!
    A trama possui alguns aspectos que mostram a decisão da autora em apelar para a construção de um personagem masculino forçado para chamar a atenção do leitor, e isso parece funcionar muito bem, ainda mais quando vemos a evidente evolução de Dom. Luna, por outro lado, é o brilho da obra toda, com sua personalidade forte, é capaz de sustentar toda a trama inconsistente nas costas, fazendo com que a leitura não seja tão superficial assim.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alison, vou te dizer que gosto do Dom. Até concordo, que o fato de todas terem um quedinha por ele é um pouco forçado. Mas a Luna é chata em muitos momento hauhauhauahua

      Beijos

      Excluir
  5. Oi, me parece que a história desse livro é bem original!
    E se a autora explorou bem a trama criada por ela, sei que o livro promete grandes emoções.

    Gostei do personagem Dom, por ele ter superado um passado tão difícil.
    Eu espero poder ter a oportunidade de conhecer o seu passado e presente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janaina, espero que você goste do livro como eu gostei. A Anne melhora a escrita a cada livro.

      Beijoos

      Excluir
  6. Antes de ler a resenha e comentários, não se imagina que essa capa possa esconder um livro denso e cheio de conflitos, ambientado nas ruas ( escuridão e fone) e com muita superação. Bem empolgante hein?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiana, o livro é bastante empolgante e flui muito bem.

      Beijoos

      Excluir
  7. Já tinha visto esse livro em alguns blogs, mas nem imaginava que era brasileira. Achei o enredo bem interessante e toda essa confusão, com direito a máfia e tudo. Achei legal esse lance dela não especificar onde a estória se passa deixando a cargo da imaginação do leitor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evandro,também gostei de imaginar um local, tornando o livro mais pessoal.

      Beijos

      Excluir
  8. Era muito triste a vida de Dom e dos irmãos e infelizmente é a realidade de muitos. Gostei que ele depois que muda de vida não fica uma pessoa egoísta e sim quer ajudar as pessoas. Achei a mocinha misteriosa e fiquei imaginando porque ela se esconde. Parece ser uma leitura gostosa de acompanhar.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lays!
    Conheci a escrita da Anne Marck ano passado e agora leio tudo que ela lança, essa mulher arrasa!
    Assim como você também comecei lendo essa trilogia em vez do quarteto Renda-se, e eu amei a generosidade e e o modo protetor do Dominic, mas confesso que essa impulsividade da Luna, sua mania de querer resolver tudo sozinha e acaba se dando mal por isso me tirou do sério várias vezes, contudo, Dom compensou 😍
    Também li Espere-me Acordada, e nossa, que história, hein?! Meu coração ficou apertado com o tanto que Sophia sofreu, mas amei ler a história de perdão de Sophia e Nicholas.
    Bjos!

    ResponderExcluir