Nobel de Literatura 2019

10 outubro 2019

A Academia Sueca definiu o ganhador do prêmio Nobel de Literatura nesta quinta feira (10/10), ou melhor: os ganhadores!
Como o prêmio foi cancelado no ano passado devido a uma série de escândalos, este ano nós tivemos dois ganhadores: a polonesa Olga Tokarczuk (2018) e o austríaco Peter Handke (2019).


 MAS QUEM SÃO ELES? 

Olga tem apenas um livro publicado no Brasil: Os vagantes, lançado pela Tinta Negra em 2014 e raríssimo no mercado.  A polonesa estreou como escritora de ficção em 1993 com "Podróz ludzi Księgi" ("A jornada do povo do livro", em tradução livre), e segundo a Academia do Nobel, sua obra prima seria "Prawiek i inne czasy" ("Primitivo e Outros Tempos"), publicada em 1996.
Na obra, Olga conta a história de Jacob Frank, figura histórica altamente controversa do século 18 e líder de um misterioso grupo herético judeu que se converteu em diferentes épocas ao Islã e ao catolicismo. Aplaudido pelos críticos, o livro teve violentas reações por grupos de direita na Polônia, e a autora chegou a receber ameaças de morte - fonte G1.

Seus livros são best-sellers na Polônia, traduzidos para mais de 25 idiomas, incluindo catalão e chinês.

Tempo e espaço são os eixos por onde se movem os corpos humanos - ou parte deles. Em uma narrativa onde a descontinuidade dá o tom, palavras como perda, erro e fraqueza fazem um coro bizarro - e fascinante - com a busca secular pela conservação de órgãos e cadáveres, incluindo práticas como a plastinação de corpos em diferentes épocas. Se em muitas histórias encontramos elementos biográficos de Olga - não apenas nos textos em primeira pessoa como também em personagens que a autora conheceu ou observou durante suas viagens -, outras estão ligadas à mitologia, sobretudo a grega, e a figuras que marcaram a História. Todas tentam olhar com coragem para a vida e a morte a partir da imperiosa necessidade de deslocamento do corpo: permanecer no mesmo lugar seria sucumbir à maldade. Neste romance, no entanto, não há respostas. A cada página de Os Vagantes tropeçamos em acontecimentos dos quais é impossível sair ileso. De Kunick, o homem que se perde da mulher e do lho numa ilha croata durante as férias, a Annushka, que desiste de tudo para vagar pelas estações do metrô de Moscou, passando pelo anatomista holandês Frederik Ruysch e sua técnica de conservação de órgãos com brandy, a autora constrói um labirinto em que correspondências e reflexos apontam para uma lógica, ainda que débil, capaz de encarar o absurdo.
COMPRE O LIVRO

Porém, a editora Todavia colocou em pré-venda o livro Sobre os ossos dos mortos, último romance de Olga e que deve ganhar uam força a mais nas vendas, agora que a autora foi premiada pela Academia. 


Subversivo, macabro e discutindo temas como mundo natural e civilização, este livro parte de uma história de crime e investigação convencional para se converter numa espécie de suspense existencial. "Uma das grandes vozes humanistas da Europa", segundo o jornal The Guardian, Olga Tokarczuk oferece um romance instigante sobre temas como loucura, injustiça e direitos dos animais.
COMPRE O LIVRO

PS: Só eu achei essa capa macabramente fofa?! Hahahahaha


Peter Handke tem quatro títulos publicados no Brasil: A perda da imagem ou Através da Sierra de Gredos e Don Juan (ambos pela Estação Liberdade); Peças faladas (Perspectiva) e A ausência (Rocco).

Clique nas capas para conferir as sinopses: 



Seu romance de estreia foi Die Hornissen, ("As Vespas", em tradução livre), publicado em 1966.

O prêmio para cada um dos ganhadores é de 9 milhões de coroas suecas (o equivalente a cerca de R$ 3,7 milhões).

CONHEÇA OUTROS GANHADORES DO NOBEL

https://www.perdidanabiblioteca.com.br/2016/10/vamos-conhecer-os-ganhadores-do-nobel-e.html
https://www.perdidanabiblioteca.com.br/2016/10/vamos-conhecer-os-ganhadores-do-nobel-e_29.html

O que vocês acharam das escolhas da Academia Nobel? Já leram algum livro de algum ganhador do Nobel? Eu li apenas Cem anos de Solidão  de Gabriel Garcia Marquez. Conte pra gente o que você leu e o que achou! 
Até o próximo Nobel! 

8 comentários:

  1. Gente? Eu nem sabia que os autores recebiam esse prêmio $imbolico com o Nobel, mas nada mais justo, considerando que as produções literárias desses escritores são impecáveis. A narrativa de Olga parece assumir um tom analítico de crítica que faz o leitor refletir acerca de determinado tema com cautela, e nesta obra em pré-venda podemos ver que um grande destaque é dado à questão do convívio com os animais. Peter, por outro lado, se atenta para o lado mais clássico da literatura, de modo que a escolha dos ganhadores foi bem equilibrada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já coloquei esse novo livro da Olga na minha listinha da Amazon. Essa capa macabra fofa me conquistou. Hahahahahahaha
      #soudessas

      Excluir
  2. Nat!
    Não conheço nenhum dos dois ganhadores, mas confesso que o prêmio é razoável...kkkk
    E pelo jeito a premiação continua polêmica esse ano, né? Os popsicionamentos do Peter Handke são bem questionáveis...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esses autores e ainda não li nenhum livro de alguém que ganhou o nobel, fiquei impressionada com a Olga e gostaria de ler seus livros, pena que teve quase nada lançado aqui parece que são muito bons. Sobre os ossos dos mortos é uma capa meio sinistra rs. Quanto ao Peter seus títulos não me chamaram atenção.

    ResponderExcluir
  4. Olá! ♡ Ainda não conhecia nenhum dos ganhadores, mas me interessei pelas obras da Olga!
    Achei interessante a sinopse de Os Vagantes, nunca li nada parecido. Sob os Ossos dos Mortos chamou ainda mais minha atenção, não só pela capa, que é meio macabra mesmo kkk, mas também pelos temas abordados, como os direitos dos animais.
    Não me lembro de ter lido algum livro de um ganhador do Nobel, mas quero muito.
    Achei bem interessante o título Cem Anos de Solidão, vou procurar me informar sobre esse livro.
    Adorei o post! Beijos! ♡


    ResponderExcluir
  5. Oiii ❤ Ainda não li nenhum livro dos autores premiados desse ano, mas fiquei interessada em ler, já que uma obra tem que ser muito boa para ser premiada.
    A premissa de Os Vagantes é ótima já que tem a ver com técnicas de conservação de órgãos e que cada personagem está passando por uma situação diferente, mas que parecem estar ligadas de alguma forma.
    Ossos dos mortos também é interessante, já que direito dos animais é um dos temas trabalhados.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca tinha ouvido falar nesses autores. Agora, com certeza, as editoras vão correr atrás para nos trazer livros dos dois. Ainda bem porque me interessei em ler, principalmente Sobre Os Ossos dos Mortos, que tem mesmo uma capinha estranha mas fofa. kkkk

    ResponderExcluir
  7. Esse prêmio sempre rendendo polêmicas, conforme li no post aqui no blog. Olha, não estou lembrado se já li algum livro de algum ganhador anterior, possivelmente não, mas vou procurar saber. Eu concordo com sua opinião sobre a capa do livro da Olga: macabramente fofa kkkkk

    ResponderExcluir