Destaques

04 abril 2020

Livraria na Coreia do Sul é dedicada a Penguin Book


A Paperback, inaugurada em fevereiro, em Itaewon-dong na Coreia do Sul, é o paraíso para os amantes dos livros icônicos da Penguin Books
Em suas prateleiras podemos encontrar apenas livros da famosa editora nas versões vintage, suas impressões Pelican Books e Puffin Books e artigos diversos, todos usando, obviamente, o icônico Design de capa dos livros da Penguin Books. 
Lee Hee-song, dono da Paperback, em entrevista ao The Korean Times, disse que demorou cerca de dois anos para ele coletar livros suficientes e encontrar um espaço de pudesse dar vida à sua idéia de uma livraria exclusiva da Penguin Books.

PENGUIN BOOKS E AGATHA CHRISTIE

Em 1934, Sir Allen Lane estava a caminho de Londres, depois de visitar sua amiga Agatha Christie, quando parou na livraria da estação em Exeter St Davids e viu que todos os livros à venda eram de baixa qualidade e muito caros. Ele pensou que o que era necessário eram bons livros a um preço que todos poderiam pagar, e por isso, em 1935, surgiu a Penguin Books. 

"A Penguin Books levou à popularização dos livros de bolso. Entre as primeiras séries da Penguin Books, a maioria eram obras de ficção e não ficção existentes, e Lane adquiriu direitos para edições em papel e publicou-as com desenhos originais", explicou Lee.

Entre cerca de 5.000 livros e impressões publicados sobre o pinguim, Lee coletou cerca de 1.500 itens.

A Penguin Books se tornou um dos designs mais conhecidos do mundo com a sua capa laranja, mas  existem mais sete cores, cada uma representando gêneros diferentes - verde para mistério e crime; vermelho para drama; azul escuro para biografia; roxo para ensaio; rosa para viagens e aventura; cinza para assuntos mundiais; e amarelo para diversos, como quebra-cabeças e palavras cruzadas.

Obviamente temos vários livros verdinhos da Agatha Christie espalhados por aí...

UMA COLEÇÃO (QUASE) IMPOSSÍVEL


Nós adoramos uma coleção, né? E toda coleção tem que ter um certo nível de dificuldade... e colecionar livros Penguin não é para principiantes. 

Os primeiros livros da Penguin publicados em 1935 são muito valorizados, assim como a curta série da  Penguin Illustrated Classics Edition, em especial 'Orgulho e Preconceito' de 1938. Livros publicados durante a Segunda Guerra Mundial também são raros, pois foram impressos poucos livros nesta época devido à falta de materiais, além de muitos deles terem sido destruídos durante a guerra. Também premiados são os livros Penguin numerados especificamente em suas próprias séries. 

"É praticamente impossível coletar todos eles, mas estou tentando reunir o maior número possível. Continuo comprando depois de abrir o Paperback no mês passado", disse Lee a The Korean Times.


Em 2013, a Penguin se uniu a Randon House para formar a maior editora de livros do Reino Unido e uma das maiores do mundo. 

NOTA DA REDAÇÃO


Esta jornalista é colecionadora de Agatha Christie desde os 17 anos, tendo coletado 104 livros da Dama do Crime ao longo destes anos. Porém, devido ao motivo "mudança para a Europa" teve que se desfazer de toda a coleção em 2019, e cogita SERIAMENTE recomeçar apenas com livros Penguin Books. 

Para mais informações sobre a livraria, visite www.paperback.co.kr



Reações: 

Comentários via Facebook

3 comentários:

  1. Naty!
    Sensacional,né?
    Adorei esse lance de colocar os estilos por cores.
    Acho sua ideia de recomeçar sua coleção da Agatha com os exemplares da Penguin Books. Boa sorte.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Olá! Eita que temos aqui uma coleção para leitor nenhum botar defeito hein! Imagino o trabalho que tenha dado, pois eu tenho algumas coleções (bem pequenas em comparação a essa) e tive alguns obstáculos até consegui, mas a sensação de ter o objetivo alcançado é simplesmente maravilhosa, por isso, se joga e vá em frente nesse novo projeto!

    ResponderExcluir
  3. Que fofa essa livraria deve ser mas infelizmente eu não li tantos livros da Editora como eu gostaria mas não vamos negar que essa atitude da livraria a Belíssima imagina ter uma livraria dedicada era você

    ResponderExcluir

Instagram

© Perdida na Biblioteca – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in