Destaques

11 setembro 2020

Os 5 Melhores Livros da Literatura Holandesa



Hallo verloren

(Olá Perdidos!) 

Hoe gaat het met jou? Hoe is het aan de andere kant van de oceaan? Aan deze kant gaan we het hebben over Nederlandse boeken.

Como vocês estão? Como estão as coisas do outro lado do oceano? Aqui deste lado, nós vamos falar de livros holandeses, e eu separei os 5 livros, que na minha modesta opinião como leitora da literatura holandesa, merecem destaque e uma chance na sua listinha de TO BE READ

Vale ressaltar que não estou colocando em ordem, pois eu gosto de tentar manter uma imparcialidade. Coisa de jornalista gente... a gente pelo menos tenta ser imparcial quando pode. rsrsrs

O JANTAR DE HERMAN KOCH


Este é o quinto romance de Herman Koch, e narra o encontro de dois casais em um restaurante em Amsterdam. Até aí, tudo certo. Só que o papo e a noite vai ladeira abaixo... 

Em uma noite de verão, dois casais se encontram em um restaurante elegante. Entre um gole e outro de vinho e o tilintar de talheres, a conversa mantém um tom gentil e educado, passando por assuntos triviais como o preço dos pratos, os aborrecimentos do trabalho, o próximo destino de férias. Mas as palavras vazias escondem um terrível conflito, e, a cada sorriso forçado e cada novo prato, o clima fica mais tenso. Cada casal tem um filho de 15 anos. Juntos, os meninos fizeram algo horrível, e o encontro tem como objetivo decidir o futuro. Não apenas dos jovens e de suas famílias, mas talvez até mesmo o futuro político do país. Quando afinal o prato principal é servido, a conversa finalmente aborda o assunto. E, à medida que a civilidade e o tom amigável se desintegram, cada um dos integrantes da mesa vai mostrar quão longe é capaz de ir para proteger aqueles que ama.

Esse livro recebeu uma adaptação para os cinemas, e tornou-se um bestseller internacional. 

Confira o trailer


ADQUIRA O LIVRO 



THE DISCOVERY OF HEAVEN DE HARRY MULISCH


Esse livro não foi publicado no Brasil, o que é uma pena. Mas se você manja dos paranauês do inglês, recomendo fortemente que você leia, pois é um "Belas Maldições" do Neil Gaiman, só que em uma versão holandesa. É considerado umas das obras primas da literatura holandesa. 

Confira a sinopse (tradução via google): 

Em uma noite fria na Holanda, dois homens se encontram e mudam a vida um do outro para sempre. Max Delius - um astrônomo hedonista, mas brilhante que adora carros velozes, roupas bonitas e mulheres bonitas - pega Onno Quist, um filólogo caótico cerebral que não consegue suportar a banalidade da vida cotidiana. Apesar de suas diferenças, eles rapidamente se tornam grandes amigos.
E quando ficam sabendo que foram concebidos no mesmo dia, fica claro que seu encontro não é por acaso. À medida que o casal se apaixona e desapaixonam pela mesma mulher - Ada - suas vidas tornam-se ainda mais interligadas. Pois todos os três estão em uma jornada misteriosa destinada a moldar a história humana.
O Discovery of Heaven é internacionalmente reconhecido como uma obra-prima. Rico em investigação filosófica, psicológica, histórica e teológica, é um romance de ideias extravagante, ousado e satisfatório.

ADQUIRA O LIVRO



IRMÃS DE AUSCHWITZ DE RENA KORNREICH GELISSEN


"As irmãs de Auschwitz" conta a história das irmãs judias Janny e Lien Brilleslijper, que tiveram uma infância comum em Amsterdam. Quando jovens, elas administraram um dos maiores refúgios judaicos da Holanda - The High Nest, uma vila na área de Gooi - até serem traídas por um vizinho e pararem em um dos últimos comboios para Auschwitz.
Roxane van Iperen tropeçou na história da casa enquanto a restaurava com o marido e sentiu-se compelida a colocar a história no papel. O resultado é um livro vívido e emocionante. 
Falamos desse livro neste post aqui também. 

ADQUIRA O LIVRO 



O DIÁRIO DE ANNE FRANK


Nenhuma lista de livros holandeses que se preze estará completa se deixar de fora "O Diário de Anne Frank", e apesar de Anne ter nascido na Alemanha, sua família se mudou para Amsterdam pouco antes da guerra. O Diário de Anne Frank é com certeza a obra mais conhecida quando pensamos na literatura holandesa. 

Um dos livros mais lidos do mundo agora chega ao Brasil em sua primeira edição oficial em quadrinhos, autorizada pela Anne Frank Fonds Basel. Publicado pela primeira vez em 1947, O diário de Anne Frank faz parte do cânone literário do Holocausto. O roteirista e diretor cinematográfico Ari Folman e o ilustrador David Polonsky demonstram com essa adaptação a dimensão e a genialidade literárias da jovem autora. Eles tornam visual o contemporâneo documento histórico de Anne Frank e traduzem o contexto da época no qual foi escrito. Baseada na edição definitiva do diário, autorizada por Otto Frank, pai de Anne – um dos livros mais vendidos do mundo, publicado no Brasil pela Editora Record –, esta versão em quadrinhos torna tangível o destino dos oito habitantes do Anexo durante seus dias no esconderijo.
ADQUIRA O LIVRO 





HEX DE THOMAS OLDE HEULVET

Eu sou suspeita de falar pois eu adoro esse autor, mas amigos meus que leram este livro sem conhecê-lo relataram que é tão assustador e tão bem construída a narrativa que eles podiam jurar que viam a bruxa. 
O autor esteve no Brasil para a divulgação deste livro e nós temos uma entrevista com ele, que você pode conferir no vídeo abaixo. 

CONFIRA A ENTREVISTA 





Um jovem escritor vive em uma pacata cidade da Holanda, cercado por uma densa floresta. Os caminhos que ele precisa percorrer entre as folhas, moinhos e lagos o inspiraram a criar uma história macabra que, com sua originalidade e solidez, conseguiu tocar os corações assombrados dos mestres Stephen King, Joe Hill e George R.R. Martin. O terror holandês chega ao Brasil com Thomas Olde Heuvelt.Toda cidade pequena tem segredos. Mas nenhuma delas é como Black Spring, o pacato vilarejo que esconde uma bruxa de verdade do resto do mundo. Os moradores sabem que não se deve mexer com ela. Assim como aconteceu com as bruxas de Salem, Katherine Van Wyler foi condenada à fogueira. Mas a feiticeira sobreviveu e continua rondando a cidade, mais de trezentos anos depois.Com costuras em seus olhos e correntes nos braços, Katherine aparece nos lugares mais improváveis quando bem entende, sussurrando a morte para quem chega perto o suficiente para ouvir. Assim como a Morte Vermelha, de Edgar Allan Poe, ela enfeitiçou a alma da cidade de forma que escapar não é uma opção: quem se afasta demais tem a mente invadida por pensamentos suicidas, e muitos não retornam para contar a história.Os habitantes de Black Spring controlam os passos da bruxa 24 horas por dia através do hexapp, um aplicativo de celular desenvolvido especialmente para garantir que a bruxa não seja revelada para os Forasteiros. A vigilância constante aumenta o clima de paranoia na cidade, enquanto um grupo de adolescentes desafia as regras e resolve provocar a bruxa para ver se ela é tão perigosa quanto dizem.O holandês Thomas Olde Heuvelt, indicado ao World Fantasy Award em 2014 e ganhador do Hugo Fantasy Award no ano seguinte, é a mente por trás dessa obra aterrorizante que chega aos leitores mais corajosos da DarkSide® Books em uma edição capa dura tão caprichada que merece todas as câmeras de vigilância ao seu redor. O livro foi tão bem recebido que uma adaptação para a TV está em andamento, com roteiro de Gary Dauberman, de It: A Coisa e Annabelle.Seguindo os passos do mestre Stephen King, que narrou com maestria os conflitos e tensões dos moradores aprisionados na pequena cidade de Chester’s Mill, em Sob a Redoma, Thomas Olde Heuvelt guia o leitor em uma jornada de isolamento e perda da humanidade. O lento mergulho do vilarejo em uma tensão obscura e quase medieval fará os leitores brasileiros se entregarem à loucura de HEX.Repleto de elementos próprios da cultura holandesa e influências macabras do clássico As Bruxas, de Roal Dahl, HEX é perfeito para os fãs de Wytches e A Bruxa de Blair, por ser o tipo de livro que relembra que cidadezinhas, por mais pitorescas que sejam, podem esconder horrores capazes de protagonizar os piores pesadelos.
ADQUIRA O LIVRO 


Já leu algum desses livros? Deixe nos comentários o que você achou da leitura e quais livros lhe interessaram. 

Reações: 

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Perdida na Biblioteca – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in