Você conhece a Livraria Da Vinci?

11 setembro 2016

Se você é do Rio de Janeiro, ou esta de passagem pela cidade, você não pode perder a oportunidade de conhecer uma das livrarias mais antigas e famosas da cidade maravilhosa.


Localizada no subsolo do Edifício Marquês de Herval no Centro do Rio, ela foi inaugurada em 1952 quando o romeno Andrei Duchiade e sua esposa, a italiana  Vanna Piraccini decidiram abrir uma livraria voltada à venda de títulos em francês, no Edifício Delamare na Avenida Presidente Vargas, também no Centro do Rio. Em 1956, a livraria ganhou novo endereço, na Avenida Rio Branco, e permanece até hoje. 

Com a morte de Andrei em 1965, Vanna assumiu sozinha a administração do negócio, e em 1996, quando Vanna já estava com 70 anos, sua filha a médica Milena Duchiade, assume os negócios ao lado da mãe. Em 2004 foi inaugurada a Piccola Da Vinci, uma pequena extensão da livraria no Museu de Arte Moderna no Rio. E no mesmo ano, nasceu o "Baú do Leonardo", a sessão de sebo da livraria. 


A Livraria Da Vinci ficou conhecida por abrigar intelectuais na década de 80/90 como o poeta Carlos Drummond de Andrade, que homenageou a livraria em um de seus poemas no livro "As impurezas do branco" (1973), onde o poeta descreve o caminho para se chegar a livraria. 
Hoje, este poema esta eternizado em um banner bem na entrada do local. 
Porém, tudo parecia perdido quando em 2015 a livraria anunciou que estava fechando as portas devido a uma forte crise financeira na empresa, e que estaria fazendo um saldão dos livros a fim de tentar quitar as dívidas e se livrar dos estoques. 

Diversas pessoas correram para a livraria (inclusive esta que vos escreve) a fim de garantir os títulos estrangeiros com desconto, já que eles são extremamente difíceis de se conseguir nas livrarias normais. 
E eis que surgiu uma luz no fim do túnel...
O empresário Daniel Louzada, comprou a Livraria Da Vinci e após uma longa reforma, ela reabriu este mês com uma proposta diferente e até ambiciosa. 

A Livraria se modernizou. Ganhou um espaço totalmente reformado, com um café, e atividades voltadas aos leitores, como o Papo de Quinta, onde autores serão convidados a interagir e debater com o público; e um clube do livro esta sendo planejado para os sábados. 
Com a revitalização da região, que agora conta com um passeio público, uma estação de VLT (veículo leve sobre trilhos) bem em frente ao prédio e a proximidade da livraria com outros pontos turísticos tradicionais, tais como a Biblioteca Nacional, a Confeitaria Colombo e o Theatro Municipal, a torcida é que a Da Vinci acabe absorvendo esses visitantes e se torne um ponto cultural e de encontro da população no centro da cidade. 

A antiga mesa de trabalho de Vanna foi restaurada e hoje encontra-se cheia de livros sem nenhuma organização especial, tal como ocorria quando era utilizada pela antiga proprietária.  
E a Da Vinci ganhou novos títulos! Se antes ela era vista como uma livraria voltada apenas para intelectuais, com seus livros em francês, alemão, italiano e de artes, agora ela esta de olho no grande público. Os títulos que antes não encontrava na Da Vinci, como os últimos lançamentos do mercado editorial, estão presentes após a reforma, mas, é claro, que os títulos estrangeiros, que marcaram a história deste lugar, também continuam lá. Só que com um espaço mais tímido... pelo menos por enquanto. 

No momento, as importações de livros em outras línguas estão meio paradas, pois eles ainda estão organizando o fluxo de caixa, mas os livreiros garantem que devem retomar as importações no ano que vem. No momento, são vendidos os livros que sobraram no estoque da administração anterior e os demais livros que são encontrados em todas as demais livrarias. 

Outra novidade é a identidade gráfica da livraria que ganhou formas mais modernas e a inserção da marca nas redes sociais, tais como Facebook, Instagram e Twitter




Apesar de ter passado por tempos difíceis, e ter reinaugurado muito recentemente, o novo adminsitrador - Daniel Louzada - acredita que a Da Vinci ainda tem muito a oferecer, tanto que em entrevista ao jornal O Globo, ele afirmou que pretende abrir outra loja, mas sem local definido ainda. 


Se você não conhece a Livraria Da Vinci....tá na hora de conhecer! 

Fontes: 
Foto baú do Leonardo - http://marciacl.typepad.com/.a/6a00d83467174c53ef017615ee1fec970c-800wi
Entrevista Daniel Louzada - http://oglobo.globo.com/cultura/livros/leonardo-da-vinci-reabre-nesta-quinta-feira-totalmente-reformada-20027548

0 comentários:

Postar um comentário