Façam suas apostas! Mais um Nobel de Literatura vem aí!!! Mas como se escolhe o Nobel mesmo...?

07 outubro 2016

Na próxima semana, no dia 13/10, nós ficaremos sabendo quem é o novo Nobel da Literatura.
Na lista já tivemos autores como Gabriel Garcia Marques;  Svetlana Alexievich, ganhadora do ano passado e uma das únicas escritoras de não ficção a levar o prêmio; Alice Munro, entre outros tantos. 


Em 1985, o cientista sueco Alfred Nobel, o pai da dinamite, decidiu destinar a maior parte da sua fortuna à criação de um prêmio destinado aos destaques na área de medicina, física, química, literatura e na propagação da paz. Essa decisão foi recebida com espanto na época da leitura de seu testamento, no início do século passado. Os parentes (óbvio!) não ficaram nada satisfeitos com essa história, pois a eles ficou destinado apenas 10% da fortuna, e questionaram o testamento (óbvio mais uma vez!). Na verdade...o testamento chegou a ser contestado pelo próprio rei da Suécia!!!
Por que na época a Suécia e a Noruega estavam se separando e eles não ficaram nada satisfeitos com a história de poderem ser escolhidos ganhadores fora da Suécia. Sem contar que filantropia não era algo exatamente comum na época, né?



Alfred Nobel

Enfim...
Fato é que o testamente foi cumprido e uma instituição de renome foi indicada para escolher os premiados de cada categoria, ficando a cargo do Instituto Karolinska, uma das mais renomadas faculdades de medicina na Europa, a escolha do ganhador para o prêmio de medicina; a Academia Real de Ciências da Suécia a escolha dos ganhadores para física e química, ao Comitê do Nobel (uma comissão com 5 membros escolhidos pelo parlamento da Suécia) a escolha do representante para o prêmio da paz e a Academia Sueca, a escolha do representante do Nobel de Literatura.

Ok... Nobel era um cientista, logo, faz sentido ele criar um prêmio para outros cientistas, certo? Mas por que criar um prêmio para a literatura e um para a promoção da paz?
o.O

Senta que lá vem história...
Apesar de Nobel não ter explicado por que escolheu essas áreas, é possível observar nelas coerência com a sua própria vida: a ciência era o fundamento de seu trabalho profissional, como pesquisador e inventor que obteve mais de 350 patentes; a literatura – e também a filosofia – lhe proporcionavam prazer intelectual, não só como ávido leitor, mas também como o autor de poemas e narrativas; e os esforços para a promoção da paz lhe eram uma questão cara.  Muitos estudiosos e biógrafos afirmam que esse interesse em particular se deve à influência da pacifista austríaca Bertha von Suttner. Eles se conheceram em 1876, em Paris, quando ela tinha 33 anos e ele, 43. Nobel já era então um industrial de sucesso e dono de uma vasta fortuna. Ela atendera a uma oferta de emprego, publicada num jornal de Viena, para ser a secretária de "um cavalheiro de idade, de elevada educação e muito rico". Von Suttner ficou apenas uma semana com Nobel, mas os dois se corresponderam até o fim da vida dele. À medida que aumentava o engajamento dela pela promoção da paz, causa para a qual ela tentava conquistá-lo, amadurecia nele a ideia de um prêmio para pessoas que contribuíssem para a pacificação do mundo. Nesse contexto, uma história frequentemente contada é de que Nobel teria lido seu obituário num jornal francês, em 1888, e se chocado com a descrição feita de sua pessoa no artigo com o título "O mercador da morte está morto". O jornal havia se enganado, pois o morto era um irmão dele, Ludvig. Não se sabe, porém, se essa história de fato mexeu com a consciência de Nobel, um inventor de explosivos, e teve alguma influência na sua decisão de criar um prêmio para a paz. (fonte: site UOL)

Muito maneira a história, né?
Mas Natália! Não tem um prêmio Nobel de economia também?
Não, não tem. Acontece que o Banco Sueco resolveu criar um prêmio em HOMENAGEM a Alfred Nobel, e utiliza critérios MUITO parecidos com os do prêmio Nobel, sendo inclusive divulgado o ganhador na mesma época, por isso algumas pessoas acham que é o sexto prêmio Nobel, mas não é.

Agora que esclarecemos toda a história e as curiosidades, vamos ao que nos interessa: Literatura
Vocês conhecem, ou já tiveram a curiosidade de conhecer todos os ganhadores do prêmio nesta categoria?
Eu tive. Queria fazer uma lista com os livros ganhadores do Nobel, e descobri que o Nobel não é entregue por uma obra, mas sim pela obra completa do autor!
Ou seja: Quando Gabriel Garcia Marquez, por exemplo, ganhou o prêmio, não foi por causa de "Cem anos de Solidão" (como eu imaginava), mas sim por toda a obra dele!
Então tomei uma decisão:

EU VOU LER PELO MENOS UMA OBRA DE CADA GANHADOR DO NOBEL. 

Afinal, os caras ganharam a medalha olímpica da Literatura gente! Não é pouca coisa não!
Não vou estipular um prazo para a conclusão deste projeto, pois a minha ideia com isso é realmente descobrir autores novos e enriquecer meu repertório com livros clássicos e consagrados. (E ver se eles mereceram o prêmio mesmo! #soudessas) 
No próximo post, nós vamos conhecer os ganhadores e suas obras.
Aguardem...


13 comentários:

  1. Não sabia muito sobre a história desse prêmio famoso na literatura, mas depois desse post já aumentei minha curiosidade, também vou entrar no projeto, acho bacana prestigiar os autores que conseguiram ter obras ganhadores do Nobel

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha visto essa história e que demais! Imagino como os parentes desse homem ficaram xD
    Mas é por uma causa muito legal e que bom que vingou. Não sabia também que era dado pela obra completa de um autor. Achava que era por um livro...
    Ler algum livro de um ganhador é uma ideia bem interessante. Deve dar uma lista e tanto!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, não sabia que existia um "Nobel da Literatura". A-M-E-I *-*

    ResponderExcluir
  4. Confesso que não entendo muito sobre esses prêmios literários rsrs.
    Porém, gostei de conhecer um pouco mais a respeito.

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Parabéns pelo post tão informativo. Desconhecia o assunto, mas gostei de ter esse conhecimento. Os ganhadores do Nobel, realmente são merecedores! Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. Achei muito interessante a história do prêmio, respeitei muito o Alfred Nobel depois de saber que ele preferiu fazer algo marcante com a sua fortuna! Adorei também seu projeto, vou ficar esperando seu post com os livros e vou ler os que puder.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia nada disso sobre o Prêmio Nobel de Literatura e gostei de descobrir mais. Achei interessante esse seu projeto de ler pelo menos um livro de cada autor indicado ao prêmio.

    ResponderExcluir
  8. Bem,li aqui no seu blog a escolha do ganhador do Nobel,pois sou louca e comecei a ler as postagens mais recentes .
    E não gostei da escolha!

    Quanto a ideia do cientista sueco,foi uma forma de prestigiar e valorizar a literatura.

    ResponderExcluir
  9. Olá...

    Adorei conhecer a história do prêmio Nobel.... Muito bacana mesmo!!! Para ganhar o Nobel tem que literalmente ser 'O CARA', mas com certeza é um prêmio mais que merecido... E a ideia de um projeto de ler pelo menos um livro de cada vencedor é muito bacana... Espero que você consiga e conte aqui o que está achando desses autores premiados...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia a história do Prêmio Nobel e achei super interessante, não tinha a mínima ideia de que era assim que ele surgiu e que o prêmio de economia não fazia parte. Eu li apenas um livro de um ganhador de Nobel (pelo menos que veio escrito na capa), José Saramago, Memorial do Convento. Foi uma leitura bem diferente, pois leio mais livros de leituras fáceis, mas foi uma experiência super válida. Compartilha aqui quando ler alguma obra das que vocês selecionou.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Não conhecia a historia do Nobel mas achei bem interessante, com certeza ele foi um visionário, ao criar esse premio em uma época que poucos eram reconhecidos pelos seus trabalhos, e também pensava que quem recebia um Nobel de literatura recebia por livro e não pela carreira !!

    ResponderExcluir
  12. Guerreira vc por querer ler um livro de cada ganhador do nobel hahahaaa Eu sinceramente nao me animo a fazer o mesmo, ainda mais pelo Dylan ser o ganhador da vez hahaha

    ResponderExcluir