Eu sou as escolhas que faço

13 maio 2019


Realmente somos as escolhas que fazemos. 
A ciência já provou que o que escolhemos comer influência nas doenças que iremos adquirir. 

São nossas escolhas que definirão que tipo de profissional você se tornará
Que tipo de funcionário
Que tipo de pai ou mãe
Que tipo de pessoa

Tudo nessa vida, são escolhas. E nós passamos a vida inteira escolhendo. 
Do momento que acordamos até ir dormir. 
Você começa escolhendo se quer levantar da cama ou dormir mais 5 minutinhos. 
Passa para a escolha da roupa que irá usar naquele dia; o seu café da manhã; quais tarefas precisa fazer.... é uma infinidade de escolhas sendo feitas e bombardeadas em você o tempo todo! 

Mas, apesar de passarmos quase 24h do nosso dia fazendo escolhas, muitas das vezes irracionais ou involuntárias, ainda temos muita dificuldade em fazer a mesma coisa quando nós paramos para pensar nas consequências que aquelas escolhas podem causar na nossa vida. 

É muito fácil escolher racionalmente escovar os dentes pois, do contrário, a consequência será uma cárie. Pois você quer evitar algo que lhe faça sentir dor... algo ruim.... 
Mas nao é tão fácil quando você precisa escolher racionalmente largar o seu emprego, por exemplo. Ou o seu relacionamento. Mesmo que você racionalmente saiba que é para evitar algo que lhe trará dor... algo ruim...

POR QUE?

Porque ao contrário de uma cárie que você pode resolver indo a um dentista, e dessa forma "voltar atrás" sem grandes consequências além da estética e financeira (dentista é caro! Pasta de dente é mais barata!!), ao escolher pedir demissão, você não tem como voltar atrás. Você terá que arcar com as consequências disso PELO RESTO DA SUA VIDA. 
E o resto da sua vida pode ser muito tempo!!! (ou não...)

A mesma coisa acontece quando decidimos seguir a nossa arte ao invés de manter um cargo que ganhamos um alto salário; abrir nosso próprio negócio ao invés de ficar na "segurança" de um trabalho remunerado, CLT, cargo público... 
Ou quando decidimos nos jogar no mundo e ir morar num local que você nao conhece NINGUÉM. 
Tudo isso dá medo, porque o nosso cérebro ele é maravilhoso, mas muito burro também. 

O CÉREBRO É BURRO

Sim, ele é capaz de fazer coisas maravilhosas. Foi capaz de levar o homem a LUA MANO! Mas ele ainda é primitivo. E ainda roda aquela famosa  programação correr ou lutar contra o tigre dentes de sabre quando ficamos estressados. 
E toda decisão sem volta, vem carregada de uma toneladaaaaa de estresse. 
Então, sim, o seu cérebro vê o seu pedido de demissão da mesma forma que um tigre dentes de sabre. 

TÁ! E COMO EU MUDO ISSO?

Então, má notícia... Não muda. 
Seu cérebro levou milhares de anos para aprender a se defender e instalar esse programa aê. Então, ele vai levar outros milhares de anos (e do jeito que a humanidade esta, não vai dar tempo de fazer upgrade até lá) para ele entender que o tigre dentes de sabre foi extinto. 
Essa seria uma mudança gradual... sem dor....
Mas como não temos tempo para isso, vou arrancar o seu band aid e VAI DOER! 

Como você muda isso?
SE JOGA!!! 

Se joga no mundo. 
Quer viajar o mundo? Pegue uma mochila e vá. 

Se joga na vida. 
Quer mudar de profissão? De cidade? Junta uma grana e vá. Trabalhe com qualquer coisa e siga seu caminho. 

Se joga num novo projeto loko! 
Todo mundo diz que vai dar merda? Provavelmente vai. Mas você vai aprender pra cacete e na próxima vez que tentar, já estará PHD nessa merda. 

MAS EU AVISO

Você vai dormir todos os dias chorando pensando se tomou a decisão certa. 
Você vai acordar todos os dias pensando "que merda eu tô fazendo com a minha vida". 
Você vai todos os dias ter que convencer o mundo (e você mesmo) de que esta tudo bem não seguir a fórmula mágica que contaram na escola de que bastava você estudar muito para ter um bom emprego, que um dia você iria casar, ter uma família, se aposentar e finalmente morrer.  
Você vai todos os dias xingar a Disney por encher a sua cabeça na infância com todos aqueles contos de fadas dizendo que o homem da sua vida iria lhe encontrar e lhe fazer a pessoa mais feliz do mundo... que o bem sempre vence o mal... e blá blá blá.

A QUESTÃO É...

Se você morresse hoje, estaria satisfeito com a sua vida? 
Se você morresse hoje, sentiria que foi uma vida bem vivida? 
Se você morresse hoje, sentiria que fez o que deveria ter feito (pro mundo, por você mesmo, não importa)? 

Se a sua resposta para alguma dessas questões foi NÃO! 
Vá ler este livro, pois sinto lhe informar que você muitoooooo provavelmente esta fazendo as ESCOLHAS ERRADAS! 
E como já concluímos no ínicio deste texto, nós somos as escolhas que fazemos. 

QUEM VOCÊ QUER SER?

COMPRAR

Editora: Sextante
ISBN: 978-8543103716
Ano: 2016
Páginas: 176


7 comentários:

  1. Olá! Uau que texto, definitivamente nos faz refletir e pensar: “O que é que eu estou fazendo da minha vida?!” Tive um professor na faculdade que vivia dizendo nas suas aulas “nós somos frutos das nossas escolhas” e de tanto essa frase martelar na minha cabeça, hoje em dia, quando tenho que tomar uma decisão logo me lembro dela. É muito complicado começar a fazer escolhas diferentes, das que normalmente a gente faz, aquelas tidas como as mais seguras. Não conhecia o livro e esse não é o tipo de leitura que normalmente faço, mas já pensando (e principalmente agindo) diferente, será uma das minhas próximas leituras e quem sabe eu não encontre inspiração para mudar algumas coisinhas né!

    ResponderExcluir
  2. Esse livro gera muitos questionamentos sobre as nossas vidas e o que estamos fazendo com ela. As escolhas mudam muitas coisas quando as fazemos, as vezes é fácil escolher algo, mas às vezes é difícil demais ou indecisão, ainda mais se depois saber que fez a escolha errada. Mas é bom mandar ver e enfrentar as consequências.

    ResponderExcluir
  3. PUTZ!!!!
    Fiz muitas escolhas erradas, já que lendo as suas perguntas, minhas respostas para todas elas foram não... :(

    Bem, diante das escolhas que fazemos ao longo da vida,na maioria das vezes não dá para voltar e refazer tudo novamente .
    Há outras pessoas envolvidas... Criamos uma história...

    É difícil recomeçar. É difícil sair da zona de conforto.

    Nossa, preciso ler esse livro.

    ResponderExcluir
  4. Oiii ❤ Uau, que livro reflexivo! ❤
    Realmente, tomar decisões é algo bem complicado, ainda mais aquelas que sabemos que terão grandes impactos em nossas vidas. Sempre dá aquele medo: "e se tomei a decisão errada?" Isso é algo que sempre acontece comigo, sempre fico martelando na minha cabeça se tomei a decisão certa ou não.
    Concordo, somos as escolhas que fazemos.
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas agora que sei sobre o que se trata, quero muito ler, ainda mais por se tratar de um tema muito atual ❤

    ResponderExcluir
  5. Acho que preciso ler esse livro logo. Estou em um desses momentos de escolhas. E só ficar pensando não adianta nada, como diz minha psicóloga. kkkkk

    ResponderExcluir
  6. Pois é. A vida é feita de instantes e precisamos aproveitar para ser feliz o máximo que conseguirmos. A felicidade claro tem a ver com nossas escolhas e sabemos que seremos muitas vezes criticados por outras pessoas. Ninguém tem formula pronta para se dar bem na vida. Claro que quero ler esse livro, afinal quero fazer o melhor possível minhas escolhas.

    ResponderExcluir
  7. Uau, Natália, amei o seu texto! Parabéns!
    As escolhas são mesmo muito difíceis de serem tomadas, mas acredito que o difícil mesmo é não tomá-las e continuar vivendo uma situação que não te deixa feliz...
    Não conhecia Eu sou as escolhas que Faço mas já anotei aqui na minha lista de leitura, valeu pela dica! Bjos!

    ResponderExcluir