Destaques

24 março 2020

Um Romance de Inverno


"A dor é inevitável nesta vida. Mas se você nunca arriscar a dor, também nunca encontrará a alegria, o prazer ou a verdadeira conexão. Você nunca vai me machucar com más intenções, nunca com crueldade. E eu posso machucá-lo em troca de mal-entendidos ou por acidente. Mas, na maioria das vezes, você vai me curar. Você vai me completar. E espero fazer o mesmo por você. Isso é vida, isso é amor."

Adoro falar ou ler sobre estações. E o inverno e o outono, normalmente, me cativam muito.

Logo, não é de se admirar que fiquei super ansiosa para ler esta narrativa...

Venham comigo, para eu compartilhar (com um chocolate quente 💙) o que achei deste livro!!!

"Nos abrir com os outros é inteiramente da nossa natureza. Mas isso nos deixa vulnerável e causa algum receio."
SINOPSE:

A viúva Rosalind Wilde está a caminho do casamento da sua amada irmã quando uma tempestade inesperada a leva a uma pousada superlotada. Lá, ela conhece um estranho tentador que a leva a uma noite de paixão inesquecível.

Grayson Danford nunca esperava uma noite com a irresistível Sra. Wilde, mas ela era uma distração bem-vinda do desagradável dever de acabar com as núpcias iminentes de seu irmão. Ele fica chocado quando descobre que sua amante apaixonada não é outra senão a irmã da noiva de seu irmão.

Agora Rosalind e Gray estão em guerra, mesmo que o desejo que sentem um pelo outro ameace transbordar. Quem ganhará essa batalha? E quem pode perder tudo?
"Ela fechou os olhos com força. A ideia de uma noite para lembrar, uma noite só para ela, uma coisa devassa a que ela conseguiria recorrer nas horas mais sombrias e solitárias ..."
Jess, nos trás uma narrativa diferente, em meio a leituras de romances de época. E, nesse contexto,  é que ela nos apresenta o casal Rosalind e Gray.

E como disse o Gray, no início  do livro: "O destino parece querer que fiquemos juntos".

Parece uma cantada brega ... Tenho que admitir ... kkkkk

Mas o ambiente faz essa frase ter sentido e o leitor chega a imaginar a cara do protagonista a pronunciando. Como se, nem ele estivesse acreditando no que estava falando.

Porém, era a mais pura verdade, fazer o quê?!?!?!
"Como alguém abordava o maior inimigo e a mais profunda tentação?"
A verdade é ... Atualmente, é "normal" ou, pelo menos, nos dizem o quanto isso é "normal", alguém ter um momento furtivo com outrem. Então, ler sobre esta abordagem em um romance de época pode ser bom ou ruim...

MAS ...


Mas nesta narrativa, teve um bom desenvolvimento. E ficou ótimo! De verdade.
"Ela se virou e o deixou. Mas também deixou uma parte de si mesma com ele. A parte que havia reconhecido uma verdade poderosa."
Rosalind é viúva e viveu um desastre amoroso. Sofreu abuso mental e se sentia insuficiente e feia.

Todavia, ela é puro sentimento. E em uma noite onde nada do programado ocorreu, decide ir além com um desconhecido.

Contudo, este é, nada menos, que o irmão do noivo da sua irmã. E só para deixar claro, ela está a caminho da "semana de bodas" ...

Isso mesmo, ela está indo para o casamento da irmã.😱

Gray é um cara, totalmente, fora dos padrões da sociedade.

Mesmo sendo um filho da aristocracia, escolheu crescer trabalhando no que ele acreditava. E estava, absolutamente, contra o casamento do irmão Lucien, o conde de Stenfax, com a Célia (irmã da Rosalind).

Simplesmente, porque ele queria que o irmão vivesse uma conexão, amasse a pessoa com quem se casaria. E ele não visualizava, e nem sentia, isso no relacionamento de Lucien.
"Minha irmã segue o coração. Ela é totalmente aberta, não importa quantas vezes o mundo a castigue por isso."
E, em meio a isso, o relacionamento furtivo vai criando laços e ambos vão aprendendo um com o outro.

Amores, não pensem que é tudo um clichê. Pois não é.

Acontecem várias loucuras. Um duvida do outro. A confiança e o perdão, vão se moldando com os momentos que irão se gerando.

Segredos são revelados, o medo se desenvolve e é muito interessante como tudo vai se encaixando e sendo respondido.

Mais uma escritora, que conquistou um pedaço do meu coração. Já quero ler todas as outras estações, estou aqui apostando nos nomes que estarão em jogo. Porque a paixão é um jogo delicioso.

A escrita flui maravilhosamente, os diálogos são essenciais ( com humor e com ótima colocação), o desenvolvimento é cheio de expectativa e o desfecho é lindo e abre uma curiosidade enorme sobre os próximos livros.

Então, só vem e até a próxima leitura!!

" Parece que você não pode ter um sem arriscar o outro."
Título: Um Romance de Inverno
Série: Estações
Livro: 01
Autor: Jess Michaels
Editora: Cherish Books Br
Páginas: 269
Lançamento, na Amazon: 15/03/2020
SOBRE:  Jess Michaels (Biografia fornecida pela Cherish Books Br)

A autora best-seller do USA Today, Jess Michaels, gosta de coisas nerds, Vanilla Coke Zero, qualquer coisa de coco, queijo, gatos fofos, gatos macios, gatos, muitos gatos, muitos cães e pessoas que se preocupam com o bem-estar de seus semelhantes. Ela tem a sorte de se casar com sua pessoa favorita no mundo e vive no coração de Dallas, no Texas, onde está tentando comer toda a comida incrível da cidade.

Quando ela não está obsessivamente checando seus passos no Fitbit ou experimentando novos sabores de iogurte grego, ela escreve romances de época com machos alfa quentes e atrevidos que fazem tudo, menos esperam para conseguir o que querem. Ela escreveu para várias editoras e agora é totalmente independente e ama cada momento (bem, quase todo momento).

Além disso, Jess é super (alguns diriam obsessivamente) ativa no Facebook e no Twitter, por isso não deixe de segui-la! 

Inscreva-se em sua newsletter para saber das novidades em primeira mão:

Instagram: https://www.instagram.com/jessmichaelsbks/

Reações: 

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Perdida na Biblioteca – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in