Destaques

05 março 2021

Prelúdio Sombrio de Tillie Cole

Resenha Prelúdio Sombrio de Tillie Cole



Série Hades Hangmen #1


Prelúdio Sombrio é o primeiro livro da série dark - Hades Hangmen - não sendo indicado a leitura para menores de 18 anos e possui gatilhos relacionados a abuso sexual, psicológico e físico. 

Salome é uma impura. 

Pelo menos é isso que os homens da sua comuna falam sobre ela e suas irmãs. 
Todas são a reencarnação do pecado, a tentação em forma de mulheres e por isso elas devem ser purificadas. 
A purificação vem em forma de torturas físicas, psicológicas e estupro em favor do rabino de sua seita religiosa. Quando Salome completa 23 anos ela deve tornar-se a sétima esposa do chefe da seita, um homem de 80 anos, para ajudar a sua comunidade a alcançar a redenção. 

Mas essa mesma seita matou sua irmã. 
E como último pedido, sua irmã pediu que quando ela parasse de respirar, Salome corresse como  se a vida dela dependesse disso, e nunca parasse. 
Era melhor estar morta do que naquele lugar. 

Salome vive cercada de cercas. Ela não faz ideia de como é a vida fora daqueles muros de ferro, mas ela acredita que não seja apenas pecado e maldade como os homens de sua comunidade pregam. 

Ela consegue escapar e vai parar no antro do pecado: O clube de motociclistas Hades Hangmen. 
O que ela não poderia imaginar é que o presidente do clube é um garoto que ela encontrou há 15 anos atrás, e que roubou o seu primeiro e único beijo através das cercas. Ele não falava, mas a conexão foi imediata. E desde então ambos não conseguem esquecer um ao outro. 

Styx passou 15 anos procurando pela garota de olhos de lobo que arrebatou seu coração há 15 anos atrás, mas nunca conseguiu encontrar novamente a cerca. Agora, ela esta na sua porta; toda ensanguentada; assustada; e claramente fugindo de algo. 
Ela morre de medo do Diabo, e veio parar no antro de Hades. 
Mas talvez Hades seja exatamente quem ela precisa para se proteger da seita religiosa que ela pertenceu até então. 





Eu entendo perfeitamente por que Anastácia Cabo, do Notas Literárias, ama essa série. 
E se você gosta de livros com homens esculpidos à perfeição, com motos Harley e aquele jeitão de Bad Boy... esse livro é perfeito para você. 

Mas, como sou do time que curte um bom moço, e nunca na vida subi numa moto, confesso que não me apeguei a esses atributos do enredo. 

O que mais me chamou a atenção na verdade foi a riqueza de detalhes que a autora Tillie Cole apresenta em relação a gangues e seitas religiosas dos EUA como a Ku Klux Klan, os próprios MC's dos motoqueiros, e o lar de Mae (ou Salome) que eu desconheci completamente. E como cereja desse bolo em forma de aula de história, tem a mitologia de Hades e Perséfone que eu, particularmente, amo. 

É uma série com muitos personagens com quadros psicológicos que precisam de acompanhamento psiquiátrico, e tem muitos gatilhos de violência, abuso e tortura, logo, não é recomendado para todos os leitores. 
Os personagens usam palavras de baixo calão, que são típicos da tribo que pertencem. Isso não me incomodou, mas algumas pessoas, ao lerem eles chamando todas as mulheres de putas e cadelas podem se incomodar. 

No quadro geral, é um bom livro sim. 

Se eu puder, darei continuidade porque os dois personagens que seguem a série são os mais interessantes, sendo o segundo livro focado no Vice Presidente do Clube - Ky - que eu acho que será engraçado o livro porque ele é bem desbocado, e o terceiro livro é do personagem mais louco - Flame -  uma versão Jared Leto Coringa. 

Confira os Personagens e o ambiente nesse "fã service" espetacular




Quer mais resenhas desta série? Então deixe o seu pedido abaixo. 

ADQUIRA O LIVRO

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Perdida na Biblioteca – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in